+55 (11) 2139-2888 [email protected] Voltar para a página inicial
ACESSAR LOJA
+55 (11) 2139-2888 [email protected]
×

Transporte de carga a granel: como realizá-lo com segurança?

Modificado em: junho 6, 2024

O setor de transporte de cargas oferece uma grande quantidade de oportunidades para quem deseja trabalhar no ramo. Uma delas é a carga a granel, que, basicamente, se refere ao transporte de produtos em grande volume, sem embalagens fracionadas, como os grãos e líquidos.

Como o Brasil é um grande produtor de grãos — está em 4° lugar no ranking mundial —, há uma alta demanda para esse tipo de carga, pois é preciso escoar a produção tanto para outras regiões do país, como também para os portos, de onde serão levados para outros países. Ainda, há cargas do exterior que, ao chegarem, precisam ser distribuídas pelo Brasil.

No entanto, é preciso ressaltar que essa modalidade de transporte requer cuidados específicos. Acompanhe o post e saiba tudo sobre o assunto!

O que é carga a granel?

Carga a granel é aquela armazenada e transportada em grandes quantidades, e que está em seu estado natural e bruto. Ao contrário das cargas tradicionais, os produtos a granel não são embalados ou contados em unidades. Desse modo, são transportados em contêineres e caminhões específicos para cada tipo de carga.

Em geral, os produtos são armazenados em silos, que são grandes reservatórios utilizados para armazenar e conservar os granéis. Assim, eles são coletados nos silos e distribuídos para outros centros — ou, até mesmo, para os portos.

Como além de exportar, o Brasil importa granéis, a logística também ocorre em sentido inverso — isto é, dos portos para silos e centros de distribuição.

Quais são os tipos de carga a granel?

Encontramos duas espécies de produtos a granel:

  • sólidos — produtos em estado sólido, mesmo que em pequeníssimas partículas e que podem ser contados por peso. As cargas sólidas mais comuns no Brasil são principalmente de origem agrícola, incluindo grãos, sementes, frutas, legumes e vegetais, além de madeiras, areia, pedras e ferros, entre outros;
  • líquidos — produtos fluidos que são medidos em volume. Na maioria dos casos, estão associados a produtos químicos, como combustível e petróleo. Também há bastante transporte de óleos vegetais e, até mesmo, de água e suco de laranja a granel.

Como é feito o transporte desse tipo de carga?

Como já mencionamos, o transporte é feito em contêineres ou caminhões específicos, de acordo com cada tipo de produto.

No caso de granéis sólidos, o tipo de contêiner mais utilizado é o Bulk, e os caminhões mais recomendados são: Truck, Carreta, Bitrem tipo graneleiro e Rodotrem. Para materiais como brita ou areia, são utilizados os caminhões com carroceria basculante.

Por sua vez, no caso granéis líquidos, é utilizado o contêiner tanque, enquanto os tipos de caminhões adequados são: caminhão-tanque ou cisterna e caminhão-pipa.

Quais cuidados devem ser tomados para o transporte de granéis?

Para realizar um trabalho eficaz no transporte de carga a granel, é preciso tomar alguns cuidados, pois ela contém algumas particularidades. A seguir, confira as principais.

Pese os produtos

O primeiro passo para um transporte seguro e eficaz é realizar a pesagem correta dos produtos, tanto dos granéis sólidos quanto dos líquidos. Isso serve pare evitar o excesso de carga e impedir a concentração em apenas um dos lados do caminhão, pois isso pode levar a desperdícios ou, até mesmo, tombamentos e acidentes.

Logo, para realizar a pesagem da forma correta, é preciso utilizar balanças rodoviárias, ferroviárias, de fluxo intermitente ou de fluxo contínuo.

Utilize apenas veículos adequados

No tópico anterior, nós comentamos sobre os tipos de contêineres e caminhões que devem ser utilizados para cada tipo de carga a granel. É extremamente importante seguir essas recomendações, tanto para manter os produtos intactos como para evitar acidentes na estrada.

É importante frisar que tanto o peso quanto as dimensões do veículo devem atender à Resolução 628 do Contran — Conselho Nacional de Trânsito.

Garanta a vedação da carga

Com relação ao transporte de grãos, é preciso utilizar lonas de vedação na parte superior da carga. Apesar de ser normal uma perda de até 0,17%, é importante adotar medidas para evitar qualquer tipo de desperdício.

Vale lembrar que a forma de vedação deve ser de acordo com as necessidades de cada produto transportado. De todo modo, a qualidade e o estado das lonas utilizadas para proteger a carga do caminhão deve sempre ser verificado.

Siga as normas do Contran

A Resolução 441 do Contran estipula que o transporte de granéis sólidos em vias abertas, em veículos de carroceria aberta, só será permitido se o caminhão possuir guardas laterais fechadas com telas metálicas, com malhas que impeçam o derramamento de fragmentos de produto. Outro ponto importante da norma é que a carga não poderá exceder os limites da carroceria do caminhão.

Além disso, também dispõe que as cargas devem estar totalmente cobertas por lonas que atendam aos seguintes requisitos:

  • possibilitar o acionamento manual, mecânico ou automático;
  • estar bem presa à carroceria do caminhão;
  • cobrir totalmente a carga transportada;
  • estar em bom estado de conservação, evitando o derramamento da carga transportada.

Ou seja, não se tratam apenas de recomendações, mas de normas que devem ser seguidas. Isso porque, se houver derramamento de granéis nas estradas, além do prejuízo causado pela perda de produto, também há o risco de acidentes envolvendo outros veículos ou pedestres. Desse modo, no caso de descumprimento das normas, o motorista será penalizado.

Providencie a documentação necessária

Além dos documentos padrão, é essencial verificar se a carga a granel que será transportada exige algum tipo específico. No caso de carga perigosa, como óleo diesel, gasolina e etanol, é necessário ter o CIPP — Certificado de Inspeção para o Transporte de Produtos Perigosos — e o CIV — Certificado de Inspeção Veicular.

Como você viu, o transporte de carga a granel precisa seguir uma série de particularidades, bem como normas específicas. Além disso, também percebeu que, como a exportação e a importação de granéis são intensas no Brasil, trata-se de um ramo que oferece uma boa demanda de oportunidades para transportadoras e motoristas.

Como a lona é um dos itens indispensáveis para essa modalidade de transporte, não deixe de visitar nossa loja e conhecer melhor os produtos Sansuy.

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

icon_newsletter

Selecione o assunto do seu interesse

    vinilona_cinza_20_2_1

    Materiais Gratuitos