Cadastre-se e receba novidades  
Selecione o assunto de seu interesse:
Enviando sua inscrição  
Loading...
Lonas

8 cuidados a serem tomados para evitar perdas no transporte de grãos

transporte de grãos
Powered by Rock Convert

A logística é um segmento que exige atenção aos mais diversos detalhes. Afinal de contas, cada produto deve se manter bem conservado durante todos os processos operacionais, pois, caso contrário, há riscos de acontecer danos impactantes. Perdas no transporte de grãos representam um exemplo perfeito desse cenário.

Recente pesquisa idealizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) mostra que três elementos em especial causam os desperdícios no Brasil: frotas precárias de caminhões, más condições rodoviárias e imprudência dos condutores.

Considerando a relevância de itens como trigo, arroz e milho para a economia do país e a alimentação básica de milhões de pessoas, a redução das perdas deve figurar entre as prioridades dos profissionais envolvidos no transporte. Continue conosco no post e veja 8 cuidados a tomar pensando em minimizar danos!

1. Atente-se à manutenção da frota

Sem veículos preservados e saudáveis para a realização do transporte, a chance de imprevistos cresce de maneira considerável. Não por acaso, a manutenção da frota cumpre papel essencial no sentido de minimizar perdas ao longo do trajeto. Revisões preventivas e preditivas devem estar na lista de prioridades.

Os caminhões, portanto, devem estar sempre em excelente estado de funcionamento tanto mecânico quanto em relação à capacidade de armazenamento e conservação das cargas. O investimento na qualidade da frota reduz riscos e qualifica o serviço, gerando resultados positivos a curto, médio e longo prazos.

2. Deixe a carga bem acondicionada

A distribuição do peso entre todas as carretas, levando em consideração os espaços disponíveis, é muito importante para não as sobrecarregar. Caso o grão fique posicionado próximo demais da lona e o peso total do carregamento por eixo seja excessivo, os riscos de tombamento e outros incidentes aumentam.

Falando sobre acondicionamento da carga, as embalagens consistem em outro ponto de bastante influência para evitar perdas no transporte de grãos. Itens de baixa qualidade até ajudam a baixar as despesas logísticas, mas resultam em graves contratempos, como vazamentos, rasgos e consequente inutilidade de mercadorias.

Quando a embalagem é adequada à carga em si, ela chega ao destino muito melhor preservada. Consequentemente, a satisfação do cliente cresce e propicia bons frutos a longo prazo.

3. Pesquise sobre a infraestrutura das estradas

A 23ª Pesquisa CNT de Rodovias, divulgada no final de 2019, aponta que mais da metade dos trechos estendidos em estradas brasileiras apresentam algum tipo de problema. Geometria, pavimentação e sinalização ocupavam o topo do ranking de principais causadores de contratempos, indicando a importância de conhecer cada via ao máximo.

Uma boa avaliação sobre o estado de infraestrutura das estradas pelas quais a carga vai passar auxilia na tomada das melhores decisões a respeito do acondicionamento da carga, por exemplo. Se houver muitos buracos, curvas e subidas, a preparação exige mais cuidados do que uma rodovia plana e bem asfaltada.

Antes de iniciar a aclimatação do conteúdo transportado, é necessário verificar quais as condições que serão apresentadas ao longo do percurso até o destino.

4. Planeje a rota

Este tópico está intimamente ligado ao anterior. Afinal de contas, a rota depende da infraestrutura da estrada, e conhecimentos relacionados a um desses fatores ajudam a tirar melhor proveito no outro.

E-book: 4 oportunidades para reciclar a sua lona de caminha~o e ganhar dinheiroPowered by Rock Convert

Uma vez detectados os locais de maior presença de problemas na via, como buracos, que são bastante comuns no Brasil, a rota pode ser totalmente ajustada para evitar ao máximo que o caminhão passe por eles. Um bom planejamento do percurso, portanto, mantém os grãos bem acondicionados por mais tempo.

Quanto menos caótica a estrada, menos balançam e se debatem as cargas. A consequência é simples, indo ao encontro do que mencionamos até aqui no post: grãos muito melhor conservados no destino.

5. Escolha o veículo adequado

Cada tipo de carga exige adequações específicas. Mesmo dentro do segmento dos grãos, há peculiaridades. Durante o processo de logística, então, para evitar perdas, a escolha do veículo deve acontecer com boas doses de cuidado. Do contrário, a carga ficará mal aclimatada.

Graneleira e basculante de grade alta, por exemplo, figuram entre as principais necessidades nesse sentido, especialmente quando a carroceria do caminhão não é projetada para transportar grãos.

Outra questão muito importante é a capacidade de sustentação do peso total. O primeiro passo aqui consiste em identificar ao certo qual é esse peso para, em seguida, avaliar a condição oferecida pelo veículo para que não haja problemas. A segmentação do serviço, portanto, cumpre papel essencial em cada processo.

6. Amarre a lona corretamente

Infiltrações, vazamentos e acúmulos de água certamente estão na lista das maiores preocupações dos profissionais do transporte. Não à toa, se faz tão relevante o investimento em lonas, buscando a garantia de um acondicionamento capaz de evitar tais problemas.

Porém, esse material demanda uma série de cuidados, sobretudo na hora de amarrar. Ela deve estar ajustada justamente para impedir que intempéries danifiquem a carga. Quando a carroceria tem arco, então, melhor ainda, pois a água da chuva não se acumula.

7. Higienize o caminhão

Fungos se proliferam facilmente nos compartimentos de armazenagem de grãos quando não é feita a limpeza certa. Sempre que se recebe uma nova remessa de mercadorias, a higienização deve acontecer previamente, ajudando a preservá-las.

Paredes da carroceria, assim como o assoalho, exigem vedação eficiente, de preferência usando uma superfície 100% lisa e não aderente. O descarregamento integral no tombador só ocorre dessa forma, sem grãos presos nesse processo, que também representam um tipo de perda na prática.

8. Esteja preparado

Todos os profissionais envolvidos no ramo da logística devem passar por treinamentos periódicos. Apenas a atualização constante sobre as melhores práticas garante uma curva ascendente de evolução, evitando perdas e outros contratempos.

O acondicionamento ideal de cada tipo de carga precisa ser trabalhado de maneira frequente com qualquer colaboradora. Embalagens, limpeza, rotas e outros tópicos citados ao longo do conteúdo também integram essa lista de aspectos com a intenção de colocar a segurança em primeiro lugar e entregar itens bem condicionados ao cliente final.

Diante dos desafios que devem ser superados para impedir perdas no transporte de grãos, a Sansuy possui a Família Vinilona, que conta com uma série de lonas especializadas nesse sentido. Com ótimos prazos de garantia e adequação às principais normas vigentes, nossos itens ajudam em diversos pontos mencionados neste post.

Se gostou do material, aproveite a visita ao blog e confira o que a Sansuy oferece no ramo do transporte e logística!

ebook-caminhoneiroPowered by Rock Convert