+55 (11) 2139-2888 [email protected] Voltar para a página inicial
ACESSAR LOJA
+55 (11) 2139-2888 [email protected]
×

Que tal investir na criação de búfalos? Veja como fazer!

Modificado em: maio 31, 2023

A criação de búfalos (também conhecida como bubalinocultura) tem se expandido bastante no Brasil nos últimos anos. Isso está acontecendo porque cada vez mais os produtores rurais percebem as vantagens da comercialização dos produtos advindos dessa cultura.

Na década de 2010, tivemos um crescimento de 20% na criação do animal no Brasil. As condições climáticas e topográficas do Brasil favorecem esse mercado, e a tendência é que os números continuem crescendo nesta década.

Então, se você quer aproveitar este momento favorável, é hora de começar a investir nisso. Conheça agora mesmo mais detalhes sobre a criação de búfalos, seus benefícios e cuidados importantes que deverá ter. Boa leitura!

Bubalinocultura: uma ótima oportunidade de investimento para sua propriedade

Os búfalos chegaram no Brasil há pouco mais de 120 anos: sua entrada oficial em território nacional foi em 1895, na Ilha de Marajó, no Pará. A partir daí, começou a manada nacional, que se adaptou rapidamente por aqui, principalmente, pelo clima favorável à sua criação.

Hoje, a bubalinocultura está mais presente nas regiões Nordeste e Sul, no estado de Minas Gerais e na área do Baixo Amazonas. Expandiu-se tanto que, atualmente, o Brasil é o local com a maior quantidade desse animal no Ocidente, com mais de três milhões de cabeças em nosso território.

Raças de búfalos: conheça as principais criadas no mercado atualmente

Em todo o mundo, já foram catalogadas mais de 180 raças de búfalos. Mas, para a criação para comercialização de insumos, algumas delas são mais favoráveis. Vamos conhecer um pouco mais das características dessas a seguir.

  • Murrah: raça com maior potencial para produção de leite, um dos produtos mais comercializados dessa cultura;
  • Jafarabadi: é uma raça bastante criada no país, principalmente, porque ela é boa tanto para a comercialização de carne quanto para a produção de leite;
  • Carabao: conhecida como “búfalo do pântano”, é a raça mais utilizada para venda de carne para o mercado atualmente e, também, para a execução de trabalhos nas propriedades, principalmente por sua resistência e força;
  • Mediterrâneo: raça também bastante utilizada para produção de leite, possui corpo largo, pernas curtas e musculosas.

Vantagens da bubalinocultura: entenda porque a criação de búfalos está crescendo

A bubalinocultura está crescendo tanto no Brasil devido, principalmente, aos diversos benefícios que essa cultura traz para as propriedades. Vamos conhecer as principais delas a seguir.

Baixa mortalidade

Os búfalos são animais com alta longevidade e baixa mortalidade. Essa combinação é interessante para minimizar prejuízos durante a cultura. Ou seja, as chances de perdas são bem reduzidas.

Fertilidade alta

Outro ponto benéfico é que a criação desses animais é facilitada pela alta fertilidade que apresentam. Por esse motivo, há rapidamente a expansão da manada com um investimento reduzido em comparação com outras culturas. Isso é fundamental, principalmente, para culturas de corte e de leite.

Animal dócil

Diferentemente do que o senso comum acredita, os búfalos são animais muito dóceis. Inclusive, em muitas regiões em que há uma quantidade alta do animal, eles são utilizados, até mesmo, para turismo, para proporcionar passeios para o público. Por isso, você terá poucos problemas com perdas por brigas na manada.

Facilidade no manejo

Se você já trabalha com culturas clássicas, como a de bovinos, não terá maiores problemas para a criação de búfalos. Isso porque são manejos bastante semelhantes. Porém, contará com uma vantagem maior!

A criação de búfalos tem um custo menor do que a de bovinos (por exemplo, eles possuem maior conversão alimentar) e gera maior rentabilidade a longo prazo. Mas, para garantir uma lucratividade maior, é preciso entender o que é possível produzir com a bubalinocultura. E é sobre isso que vamos falar a seguir.

Produção a partir da bubalinocultura: conheça o que você poderá comercializar

Um aspecto interessante da criação de búfalos é que você terá a possibilidade de atuar com um animal com tripla aptidão, ou seja, você terá a possibilidade de se beneficiar das três principais formas de ganhos com a pecuária:

  • corte: venda de carne para o mercado de consumo;
  • leite: extração de leite para venda direta para o consumo ou, então, para a produção de subitens do setor de laticínios (um dos mais famosos é o conhecido “queijo de búfala”, que possui alto valor agregado e que você pode, inclusive, produzir em sua propriedade para comercialização, caso tenha interesse);
  • tração: por ser um animal forte e resistente, ele também é bastante utilizado nas propriedades para realizar tarefas que exigem força animal para este fim.

Cuidados com a criação: a que você precisa estar atento

Para prover produtos de qualidade para o mercado, é preciso que você esteja atento para proporcionar uma criação de excelência. Isso impacta, por exemplo, na quantidade e na qualidade do leite extraído, no sabor da carne, na produtividade da conversão alimentar, entre outros quesitos.

Por isso, é fundamental que você conheça quais são as condições ideais de criação e quais cuidados devem ser tomados para esse fim. Vamos entender mais a seguir.

  • crie os animais em um espaço que tenha ampla oferta de sombra (o que pode ser providenciado com abrigos rurais, por exemplo) — por serem animais que absorvem alta quantidade de incidência solar, é preciso proporcionar esse conforto para evitar que eles possam ter problemas com dificuldades de dissipar o calor corporal;
  • cuide da alimentação — normalmente, eles se dão bem com pastagem nativa, mas você pode enriquecer a dieta de acordo com a demanda do animal;
  • tenha cuidados com o controle sanitário — apesar de serem bem resistentes e terem poucos problemas com mortalidade, uma das principais causas de falecimento do animal são as verminoses (principalmente o Neoascaris vitulorum);
  • atente-se para as vacinações e cuidados veterinários — desse modo, duas doenças que aumentam a mortalidade dos animais podem ser evitadas: a Brucelose e a Febre Aftosa. Ambas possuem vacinação específica para prevenção.

Além de tudo que citamos, um cuidado importante é ter um espaço adequado para a hidratação dos búfalos. Como eles absorvem muito calor e têm menos glândulas sudoríparas, eles sentem maior necessidade de ter um espaço para poderem se refrescar. Ou seja, crie um açude, um lago ou um tanque de grandes proporções para que eles possam ter maior conforto no dia a dia.

A criação de búfalos pode ser uma forma de expandir as atividades da sua propriedade. Por isso, não deixe de estudar mais sobre essa possibilidade e explorar esse mercado que está tão em alta.

Como você viu, uma das demandas desses animais é um espaço com bastante água para se refrescarem, o que pode gerar um aumento no gasto desse recurso. Porém, você sabe o que fazer para economizar? Encontre dicas imperdíveis neste artigo e adote-as em sua propriedade.

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

icon_newsletter

Selecione o assunto do seu interesse

    Banner Tanque Circular

    Materiais Gratuitos