Voltar para a página inicial

Já ouviu falar em agrometeorologia? Saiba como ajuda o agronegócio

Modificado em: maio 31, 2023

A agrometeorologia é uma ciência que aborda a influência das condições de clima e tempo sobre as atividades agrícolas. O conhecimento é bastante relevante para o cotidiano dos agricultores, uma vez que permite a redução dos recursos e leva à melhoria de técnicas e ferramentas aplicadas ao campo.

Com os dados, os produtores podem fazer um planejamento mais seguro de produtividade em cada estação do ano. Medir a agrometeorologia é fundamental, pois é possível se antecipar em relação às adversidades e às mudanças climáticas de sua região. 

Acompanhe a seguir e entenda quais são os principais benefícios da agrometeorologia para a produção agrícola!

O que é e como a agrometeorologia é medida?

A agrometeorologia é um campo de estudo que faz um levantamento detalhado com informações sobre o clima, os seres vivos e o solo. A ciência também investiga como as condições climáticas podem interferir na produtividade agrícola.

Com base nesse conhecimento, o produtor rural pode definir estratégias mais precisas e eficientes para melhorar os resultados da safra. As informações são úteis para tomar decisões e escolher melhores práticas para manter os cultivares sempre adequados ao clima de sua região. 

Em alguns meses do ano, por exemplo, algumas ocorrências, como chuvas e ventos fortes, impactam a produtividade no campo como um todo. Entender sobre cada época do ano e como isso afeta as atividades agrícolas, portanto, é essencial para planejar as ações e também a escolha do que será cultivado nas lavouras em cada período.

Até porque o desenvolvimento das plantas está diretamente relacionado às condições atmosféricas, como umidade, chuvas, temperatura do solo e radiação. A agrometeorologia é medida por meio de técnicas e ferramentas diferenciadas, que consideram aspectos gerais e regionais da circulação geral da atmosfera.

Os dados são coletados por meio de equipamentos instalados em uma estação meteorológica e que passam por observação por diversos meses. Os especialistas no assunto fazem um levantamento com informações que são úteis para o cronograma de produtividade agrícola, como melhores épocas para controle fitossanitário, irrigação, preparo do solo e aplicação de defensivos.

Diversos aspectos meteorológicos podem prejudicar as lavouras, como períodos de seca mais extensos e redução da umidade relativa do ar. Por isso, ter como aliado o conhecimento da agrometeorologia é imprescindível para manter a alta produtividade e resultados mais positivos diante de possíveis adversidades do clima e do tempo.

Quais são os benefícios da agrometeorologia para a produção agrícola?

A mensuração dos dados da agrometeorologia auxilia os agricultores a tomar decisões mais bem embasadas para o funcionamento do agronegócio. Quando o produtor sabe como determinadas plantas reagem às variações climáticas, por exemplo, ele pode se planejar melhor e com mais qualidade.

São inúmeros os benefícios de se basear no conhecimento da agrometeorologia, para o aperfeiçoamento das atividades no campo. Veja a seguir quais são as principais vantagens que esse tipo de informação oferece.

Redução de impactos no campo

Tendo uma visão ampliada sobre as variações climáticas, o agricultor tem mais chances de reduzir os impactos na lavoura. Caso haja um período de chuva intensa previsto para uma determinada semana, por exemplo, é possível definir atividades mais adequadas. 

A longo prazo, isso pode resultar em diminuição dos custos e melhora do desempenho geral dos cultivos. Para isso, o produtor deve planejar a safra de acordo com as variações climáticas, tendo sempre como base esse conhecimento para manter a alta produtividade.

Melhora da tomada de decisão

Também, há a possibilidade de ter uma melhor tomada de decisão quando o agricultor prioriza as informações obtidas por meio da agrometeorologia. É possível, por exemplo, escolher a melhor época para o plantio e para a aplicação de defensivos e fertilizantes, evitando perdas e a contaminação do solo.

Os dados meteorológicos influenciam diretamente as lavouras e devem servir como norte para o planejamento dos cultivos. A ideia é, justamente, reduzir o índice de perda e maximizar as colheitas.

Elaboração de calendário

As atividades do agronegócio são bastante afetadas pelas condições climáticas. Por conta disso, é essencial estar sempre munido de recursos que permitam gerenciar a lavoura de maneira mais segura.

A agrometeorologia disponibiliza dados precisos, que podem ser usados no momento de elaborar o calendário agrícola. O conhecimento permite analisar qual a incidência e a intensidade das chuvas previstas para cada região e época do ano, por exemplo, representando um serviço de elevado interesse para os produtores rurais.

Melhora do planejamento das ações

A agrometeorologia traz dados que apresentam impacto direto sobre a produção de uma propriedade. Ela avalia os índices de temperatura, umidade relativa do ar, balanço hídrico, ocorrência de ventos e geadas, por exemplo.

Todas essas informações são essenciais para o planejamento das ações e das práticas agrícolas. A longo prazo, isso pode representar vantagens competitivas para o negócio, que pode se antecipar para evitar ao máximo a perda na produtividade. 

Diminuição de riscos

Os riscos também são minimizados, pois a agrometeorologia oferece subsídios para as atividades recorrentes do campo, como compra de sementes, preparo do solo e escolha das culturas. Com base nessas informações, o produtor pode planejar a safra e definir qual será a melhor época para semear e para fazer o zoneamento agroclimático da propriedade. 

Hoje, com o desenvolvimento tecnológico e os avançados serviços de meteorologia, os agricultores ainda têm acesso a mapas, gráficos e boletins meteorológicos, que são imprescindíveis para uma boa tomada de decisão. Os dados valem tanto para pequenos quanto para grandes produtores, que podem usar o conhecimento no dia a dia da propriedade rural.

Economia de tempo 

A economia de tempo é outro benefício que a agrometeorologia oferece para os agricultores. Com a previsão do tempo e das condições atmosféricas, é possível atingir melhores índices de previsibilidade, o que representa redução de recursos e insumos para as práticas agrícolas. 

Além de tudo, há maior possibilidade de se antecipar em relação a eventos mais severos de tempo, que podem impactar negativamente a produção. Como a atmosfera é bastante dinâmica, é preciso se manter sempre atualizado para usar as informações da agrometeorologia no cotidiano.

Quais são as ferramentas usadas na agrometeorologia?

A agrometeorologia se baseia em uma série de ferramentas e técnicas fundamentais para a agricultura. As estações meteorológicas e seus equipamentos, por exemplo, medem os índices de chuvas, as temperaturas, os ventos e a umidade do ar. 

Há outras tecnologias, como as dos satélites, que são cedidas para serviços especializados de previsão de tempo. Os modelos matemáticos também fazem projeções baseadas nos dados históricos do clima, permitindo uma interpretação mais precisa sobre os melhores períodos para os cultivares. 

Apesar de tudo, é essencial contar com um serviço especializado, para que as informações da agrometeorologia realmente façam diferença no dia a dia da propriedade. Nesse caso, vale a pena considerar a contratação de uma empresa especialista no assunto, que pode auxiliar na interpretação dos dados e em direcionamentos mais adequados para cada cultura e região.

A agrometeorologia se baseia na análise das condições atmosféricas da região e sua influência nas lavouras. Os produtores podem se beneficiar significativamente do conhecimento, tendo muito mais chances de alcançar melhora de produtividade e de aperfeiçoar as práticas agrícolas. 

Gostou do conteúdo? Aproveite a visita e comente o que achou das informações apresentadas no post!

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

Selecione o assunto do seu interesse

    Banner Tanque Circular

    Materiais Gratuitos