+55 (11) 2139-2888 [email protected] Voltar para a página inicial
ACESSAR LOJA
+55 (11) 2139-2888 [email protected]
×

Tipos de irrigação: veja 5 dicas de como escolher!

Modificado em: junho 6, 2024

A irrigação é extremamente importante para a agricultura, pois permite a produção de culturas em áreas que naturalmente não teriam água suficiente para o crescimento das plantas. 

No passado as plantações eram totalmente dependentes das condições climáticas e da presença de corpos d’água. Com os avanços tecnológicos na agricultura, as técnicas de irrigação foram aprimoradas, melhorando a capacidade de produção e qualidade dos produtos agrícolas.

Existem vários tipos de irrigação, desde os mais simples até os mais complexos e tecnológicos, que podem ser bastante dispendiosos. Escolher o tipo de irrigação adequado para cada plantação pode ser um desafio, e é necessário considerar vários aspectos para fazer a escolha correta.

Com o uso de técnicas de irrigação é possível reduzir significativamente o consumo de água e melhorar a eficiência no uso de fertilizantes, diminuindo os custos de produção e os impactos ambientais associados à agricultura.

Nesse sentido, conhecer os diferentes sistemas de irrigação disponíveis é fundamental para os agricultores avaliarem qual é o mais adequado para suas plantações. 

Leia mais para entender os diferentes tipos de irrigação e como escolher o melhor sistema para cada caso.

Tipos de irrigação 

Confira a seguir informações sobre alguns tipos de irrigação utilizados na agricultura.

Por superfície

A irrigação por superfície é um dos métodos mais comuns utilizados na agricultura. Nesse tipo de irrigação, a água é conduzida para infiltração pela superfície do solo, por meio de sulcos ou inundações.

Uma das principais vantagens desse método é o baixo custo de energia e manutenção, além de não receber influência do vento. 

No entanto, há algumas desvantagens, como o aumento da água parada que pode prejudicar as plantas, a dependência do declive do solo e a erosão dos sulcos.

Por isso, é importante avaliar as condições do solo e da plantação antes de optar por esse tipo de irrigação, para garantir a eficiência e evitar possíveis problemas.

Por aspersão

A irrigação por aspersão é um método de irrigação em que a água é distribuída no solo em forma de chuva artificial. 

É um dos métodos mais utilizados atualmente, pois pode ser aplicado em diferentes tipos de solo e culturas, além de permitir uma maior uniformidade na distribuição de água em comparação com outros métodos de irrigação.

Os aspersores podem ser fixos ou móveis, dependendo das necessidades da cultura e da topografia do terreno. O sistema pode ser projetado para uma aplicação mais uniforme de água, o que pode ajudar a evitar o desperdício de água e reduzir o consumo de energia.

Entre as vantagens da irrigação por aspersão, podemos destacar a facilidade de instalação e manutenção, a redução de perdas de água por evaporação e infiltração no solo, a possibilidade de aplicar fertilizantes e produtos químicos junto da água de irrigação.

Por outro lado, a irrigação por aspersão também tem algumas desvantagens, como o alto consumo de energia e a possibilidade de perdas de água por vento, especialmente em áreas abertas.

Subirrigação

A subirrigação é um método que consiste em inundar a superfície do solo por um período determinado, permitindo que a água seja absorvida pelas raízes das plantas. 

Esse método é comumente utilizado em solos com alta capacidade de infiltração, como solos arenosos, e pode ser realizado por meio de sistemas de drenagem e canais subterrâneos.

Entre as vantagens da subirrigação, destaca-se a eficiência na utilização da água, pois reduz a perda de água por evaporação e não é afetada pelo vento. Além disso, não há problemas com a umidade das folhas, o que reduz a incidência de doenças nas plantas. 

No entanto, esse método exige uma topografia específica do terreno e pode ser afetado por problemas de drenagem e compactação do solo.

Irrigação localizada

A irrigação localizada é um sistema que consiste em aplicar a água diretamente na região das raízes das plantas, em pequenas quantidades, de forma controlada e gradual. 

O objetivo é fazer com que a água chegue exatamente onde as plantas necessitam, reduzindo perdas por evaporação ou escoamento superficial. Existem vários métodos de irrigação localizada, entre eles o gotejamento e a microaspersão. 

No gotejamento, a água é liberada em gotas diretamente sobre a raiz da planta, por meio de pequenos emissores conectados a uma tubulação. Já na microaspersão, a água é pulverizada em pequenas gotículas sobre a região das raízes, a partir de um emissor rotativo ou de um bico específico.

A irrigação localizada tem como vantagens a economia de água, o uso mais eficiente de fertilizantes, menor risco de erosão do solo e menor propensão a doenças e pragas. 

Como desvantagem, destacam-se o alto custo inicial de instalação e manutenção, e a necessidade de monitoramento constante para garantir a eficácia do sistema.

Fertirrigação

A fertirrigação é um tipo de irrigação que consiste na aplicação de fertilizantes diretamente na água de irrigação, permitindo que as plantas recebam os nutrientes necessários de forma mais eficiente. 

O fertilizante é misturado à água e aplicado diretamente na raiz das plantas por meio de um sistema de irrigação por gotejamento ou microaspersão.

Essa técnica permite uma distribuição mais uniforme dos nutrientes e reduz a perda de fertilizantes para o solo, além de economizar água. 

Porém, é importante monitorar cuidadosamente a quantidade e a qualidade dos fertilizantes aplicados para evitar a lixiviação excessiva e a contaminação do solo e dos lençóis freáticos.

Benefícios da irrigação para a agricultura

A irrigação é um componente fundamental na agricultura moderna, pois traz diversos benefícios para a produção de alimentos. Veja a seguir alguns dos principais benefícios.

  • com a irrigação adequada, é possível fornecer a quantidade de água necessária para as plantas, o que resulta em maior produtividade e qualidade dos produtos colhidos;
  • ajuda a reduzir as perdas devido à seca e outras condições climáticas adversas, o que aumenta a segurança alimentar e reduz o desperdício de recursos;
  • com a irrigação, o tempo e o trabalho necessários para regar as plantas manualmente são reduzidos, permitindo que os agricultores se concentrem em outras atividades importantes, como a colheita e o manejo das plantas;
  • redução dos custos de produção, o que proporciona maior rentabilidade ao produtor;
  • é possível cultivar uma variedade maior de culturas em uma região, independentemente das condições climáticas, o que aumenta a diversificação e a segurança alimentar;
  • ajuda a melhorar a qualidade dos produtos, como frutas e legumes, ao fornecer a quantidade adequada de água e nutrientes necessários para o seu crescimento saudável;
  • permite que a colheita ocorra em períodos de entressafra, o que possibilita a oferta de produtos durante todo o ano, gerando mais oportunidades de negócio.

5 dicas de como escolher um tipo de irrigação

A escolha do tipo de irrigação mais adequado para uma determinada cultura ou região depende de diversos fatores, como o tipo de solo, o clima, o tipo de cultura, o tamanho da área a ser irrigada, entre outros. 

Confira a seguir 5 dicas para ajudar na escolha do tipo de irrigação.

Conheça as características da cultura

Cada cultura tem necessidades diferentes em termos de quantidade de água e frequência de irrigação. Conhecer bem as características da cultura é essencial para escolher o tipo de irrigação mais adequado.

Conheça o solo da região

O tipo de solo e a sua capacidade de retenção de água são fatores importantes na escolha do tipo de irrigação. Solos arenosos, por exemplo, requerem uma irrigação mais frequente do que solos argilosos.

Considere o clima da região

O clima também é um fator importante a ser considerado na escolha do tipo de irrigação. 

Regiões com baixa umidade relativa do ar e altas temperaturas, por exemplo, podem exigir métodos de irrigação que evitem a perda excessiva de água por evaporação.

Avalie as necessidades das plantas

Cada tipo de planta tem necessidades específicas de água e nutrientes. É importante escolher um sistema de irrigação que atenda às necessidades da sua cultura.

Procure a ajuda de um profissional

Se você ainda tem dúvidas sobre qual tipo de irrigação escolher, procure a ajuda de um profissional especializado em irrigação. Eles podem ajudar a identificar a melhor opção para a sua propriedade.

Conhecer os tipos de irrigação existentes é fundamental para te ajudar numa escolha mais assertiva. 

Contar com uma empresa especialista no assunto como a Sansuy é essencial. Fornecemos tubos de irrigação em PVC de qualidade para sua produção agrícola.

Entre em contato e saiba como podemos te ajudar.

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

icon_newsletter

Selecione o assunto do seu interesse

    Banner Tanque Circular

    Materiais Gratuitos