+55 (11) 2139-2888 [email protected] Voltar para a página inicial
ACESSAR LOJA
+55 (11) 2139-2888 [email protected]
×

Monitoramento de pragas: entenda sua importância e como fazer!

Modificado em: junho 6, 2024

O monitoramento de pragas é uma prática fundamental na agricultura para evitar prejuízos e garantir a boa produtividade da lavoura. Por isso, produtores precisam informar-se sobre técnicas e ferramentas que os ajudem a resolver a questão da melhor forma e a controlar possíveis infestações.

Nada mais preocupante para um agricultor do que verificar a presença de pragas no plantio. O aparecimento de insetos nas plantas quase sempre é uma má notícia e pode ser sinal de dados que causam desperdício e perdas financeiras.

Um produtor experiente sabe que o monitoramento é uma etapa importante de todo cultivo, atuando tanto como um trabalho preventivo como um instrumento que contribui para a tomada de decisão, apontando o momento certo e o método ideal para cada lavoura.

Se você tem dúvidas sobre o assunto e deseja investir em técnicas e insumos de forma assertiva, continue a leitura deste artigo detalhado e entenda tudo sobre monitoramento de pragas! Confira!

O que é o monitoramento de pragas e quando ele deve ser iniciado?

O monitoramento de pragas tem o intuito de ajudar o agricultor a avaliar a real situação das pragas existentes na sua lavoura e, assim, conseguir determinar o momento e a forma ideais de agir para contornar danos e prejuízos. A ideia é estudar o conjunto de técnicas correto para não debilitar as condições do plantio e controlar a população de insetos, a fim de evitar grandes perdas e estragos.

Com isso em mente, é importante saber que o monitoramento de pragas começa antes mesmo do plantio, afinal, ele funciona como uma forma de planejamento e boa prática para garantir o máximo de produtividade da lavoura.

Da mesma forma, o trabalho de controle continua durante todas as etapas do ciclo de crescimento das plantas. Uma vez implementado o plantio, é crucial continuar o monitoramento para guiar a tomada de decisão do agricultor. Com as informações coletadas, é possível investir no manejo correto do problema e avaliar a melhor forma de lidar com as pragas.

Quais são as vantagens dessa prática para a lavoura?

O monitoramento de pragas contínuo é fundamental para assegurar a saúde e a produtividade da lavoura. Falhar na detecção e no manejo correto de insetos que podem prejudicar seu plantio atrapalha os resultados da produção e pode causar enormes perdas financeiras. Por esse motivo, é primordial que essa etapa de controle seja bem-feita. Conheça, a seguir, as principais vantagens de apostar nessa iniciativa.

Conhecimento sobre a ocorrência de diferentes espécies

Lagartas, percevejos e moscas brancas são exemplos comuns de insetos que podem aparecer em uma lavoura. Contudo, esses não são os únicos que podem atacar suas plantas. Fazer o monitoramento de pragas correto ajuda o produtor a entender as espécies que usualmente atingem o plantio e, com isso, analisar melhor seu aparecimento e a melhor forma de lidar com cada uma.

Aumento da produtividade

Sem dúvidas, realizar o controle adequado contribui para o crescimento saudável das plantas, já que elas sofrem menos ataques e podem desenvolver-se plenamente. Isso, aliado ao cuidado com o solo e outras práticas utilizadas na lavoura, colabora para reduzir drasticamente as perdas na safra.

Redução de doenças

Insetos, muitas vezes, são transmissores de doenças, podendo infectar as plantas com vírus ou fungos que atrapalham o crescimento da planta e danificam sua estrutura. Essas moléstias depreciam a qualidade da safra e podem causar perdas drásticas.

Seleção do manejo correto

Para cada ameaça, existe uma estratégia de manejo adequada. Assim, ao fazer o monitoramento de pragas, o produtor tem informação qualificada para fazer as escolhas corretas de acordo com sua realidade, podendo decidir com mais segurança e assertividade se fará um controle químico, biológico ou cultural, por exemplo.

Quais são os principais tipos de monitoramento de pragas?

Existem muitas formas de realizar o monitoramento de pragas. Conheça as mais comuns:

  • amostragem do solo – consiste em avaliar as condições do solo, a fim de mapear a existência de pragas subterrâneas antes mesmo da semeadura;
  • pano de batida – aqui, é usado um pano branco de, aproximadamente, um metro de comprimento fixado em duas varas. Ao sacudir vigorosamente o tecido pelas fileiras da plantação, os insetos presentes cairão nele. Daí, o produtor deve contá-los para entender o tamanho da infestação na lavoura;
  • armadilha do tipo delta – conta com feromônio de atração sexual e placas adesivas para capturar insetos;
  • armadilha luminosa – usada para detectar pragas noturnas;
  • armadilha adesiva – uso de placas adesivas amarelas que podem ser penduradas em diversos pontos da plantação e que indicam a presença de insetos;
  • exame de plantas – feita por meio da avaliação da condição das folhagens, ou seja, os danos causados indicam a presença de certas pragas.

Como fazer o monitoramento de pragas?

Agora que você já entende a importância de fazer o monitoramento de pragas, confira algumas dicas efetivas para colocá-lo em prática agora mesmo em sua lavoura.

Instale barreiras físicas

O uso de lonas plásticas, acomodadas sobre o solo, atua como protetor da lavoura, dificultando o acesso das pragas às plantas. Usar esse artifício é uma ideia prática e inteligente para fazer o controle.

Mantenha a limpeza da área de cultivo

Restos vegetais e matéria orgânica acumulada contribuem para proliferação de insetos, fungos e outras ameaças à lavoura. Por isso, é muito importante manter o ambiente limpo para evitar ataques.

Aposte no manejo integrado

O manejo integrado visa a reduzir o uso de substâncias tóxicas na lavoura, permitindo a aplicação de uma combinação de estratégias para controlar a população de pragas, sem necessariamente eliminá-las por completo.

A ideia é promover o equilíbrio. Assim, uma combinação inteligente de limpeza, o uso de materiais como as lonas plásticas, o controle de temperatura e luz e o conhecimento avançado sobre a ameaça prometem ser uma tática mais eficiente e prática para tirar o melhor proveito da sua lavoura.

Como vimos, o monitoramento de pragas é uma iniciativa extremamente benéfica para reduzir radicalmente as chances de um produtor sofrer perdas no plantio. Com práticas e ideias inteligentes, como o mapeamento da lavoura e do solo, além do uso de lonas plásticas, o agricultor evita desperdícios e garante a produtividade do cultivo. Da mesma forma, também protege a plantação de doenças e danos, assegurando a alta qualidade da colheita.

Você achou o conteúdo informativo? Conseguiu esclarecer suas dúvidas? Então, aproveite e siga nossas páginas nas redes sociais para ter acesso a mais dicas e artigos relevantes como este! Estamos no Facebook, LinkedIn e YouTube!

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

icon_newsletter

Selecione o assunto do seu interesse

    Banner Tanque Circular

    Materiais Gratuitos