Voltar para a página inicial

Como utilizar as mídias sociais no seu negócio rural

Modificado em: maio 31, 2023

Independentemente de qual seja o setor, utilizar as mídias sociais virou mais que apenas um diferencial: mas, sim, uma necessidade para aprimorar os resultados.

Em um negócio rural, não é diferente. Afinal, uma presença ativa em diferentes canais contribui para que o seu empreendimento tenha uma imagem positiva perante o mercado e seja lembrado durante a decisão de compra, o que contribui para números mais atrativos e também para ampliar o alcance da marca.

Pensando nisso, elaboramos este material completo para que você entenda quais são os primeiros passos necessários para iniciar com essa estratégia, além de conferir os tipos de conteúdos que podem ser produzidos para esse público.

Continue a leitura e saiba mais!

Por que usar mídias sociais no seu negócio rural?

Primeiramente, é importante entendermos com mais detalhes a necessidade de o seu negócio estar atento ao uso das mídias sociais. Hoje, em todo o mundo, existem 3 bilhões de usuários em diferentes plataformas.

Aquela máxima de quem não é visto não é lembrado nunca fez tanto sentido. Se o seu negócio não surfa nessa onda, pode perder diferencial competitivo e, ao mesmo tempo, oportunidades perante o mercado.

A seguir, selecionamos alguns dos principais benefícios desse tipo de investimento que comprovam a importância de estar presente nas mídias.

Aumento do alcance e visibilidade

Ao investir em mídias sociais para o seu público, o negócio rural tende a conquistar um maior alcance e visibilidade. Entenda: suponhamos que uma propriedade deseja investir para a venda de seus itens para cidades que vão além de sua região de atuação. Hoje, suas principais estratégias são a retenção de clientes para gerar o marketing boca a boca, além de espalhar materiais publicitários na cidade de onde já atua.

Para quem deseja expandir a sua atuação, dificilmente poderá se limitar a estratégias offline. Por meio das mídias sociais, você consegue ter uma grande visibilidade de sua marca, seja por meio orgânico, seja por meio pago (abordaremos sobre isso mais adiante).

Além disso, tem a oportunidade de entender a diferença de comportamento de público de diferentes cidades, de modo que as suas ações sejam melhor direcionadas.

Exposição da marca de forma segmentada

Por falar em ações mais direcionadas, isso só é possível porque as mídias sociais trazem a possibilidade de as estratégias serem segmentadas. Acima, vimos que a “população” de diferentes plataformas chega a 3 bilhões em todo o mundo.

Porém, devemos considerar que cada pessoa conta com interesses distintos e utiliza os canais com um intuito em particular. Se não houver segmentação, você entregará conteúdo para quem nada tenha relação com o seu mercado e com os produtos vendidos.

Sendo assim, há a oportunidade de segmentar em diferentes nichos, desde a cidade onde você deseja alcançar até o perfil dessas pessoas (idades, interesses etc.). Em um setor como o rural, isso é extremamente relevante. Afinal, cada propriedade conta com um público em específico que tenha diferentes interesses.

Ou seja, um empreendimento precisará utilizar de um posicionamento e tom de voz bem oposto ao de uma outra propriedade rural que foca em outros objetivos.

Posicionamento forte no mercado

Se você deseja alcançar resultados mais relevantes, certamente gostaria de ter uma marca que seja lembrada pelo público pretendido. Por essa razão, o investimento em mídias sociais contribui para que você tenha um posicionamento forte no mercado.

O posicionamento está relacionado ao tipo de comunicação que seu negócio transmite, à identidade visual, aos assuntos destinados para o seu público, entre outros. Se ele for alinhado aos valores e o propósito da marca, naturalmente vai contribuir para uma identificação junto ao público, de modo que ele entenda que o seu empreendimento é próximo dele — e não apenas uma propriedade que deseja vender algo.

Prospectar novos clientes

A partir do momento que você tem um maior alcance de sua marca e consegue ter visibilidade em um cenário mais amplo, as possibilidades de prospectar novos clientes aumentam consideravelmente.

Voltando ao exemplo apresentado de uma propriedade que aposta especificamente nas estratégias offline: se você já domina aquela região, dificilmente vai trazer novos prospects para a sua base, concorda? Afinal, grande parte dos seus potenciais clientes já conhecem a sua marca e fizeram a divulgação espontânea para seu círculo de amizade.

Nesse sentido, ao investir em um contexto mais amplo, você tem a oportunidade de se conectar com pessoas que nunca tiveram contato com a sua marca, o que permite resultados mais atrativos e traz mais desafios para o seu negócio rural — afinal, é preciso estar atento à qualidade do atendimento com o aumento de demanda.

Troca de conhecimento

As mídias sociais não servem apenas para se conectar com potenciais clientes, mas também com parceiros. Isso contribui para que haja um intercâmbio de conhecimento, uma vez que, em parcerias de publicações, há a oportunidade de unir os dois nichos e trazer materiais que sejam relevantes para o seu público.

Podemos destacar quanto a esse diferencial, ainda, o fato de que o seu negócio rural vai se posicionar como uma autoridade de mercado diante da sua temática. Isto é, não impactará os clientes e potenciais clientes apenas com um discurso de vendas, mas sim com a intenção de trazer materiais relevantes que possam ser utilizados no dia a dia de sua audiência.

Criação de relacionamento com fornecedores e clientes

Consequentemente, isso contribui para criar um relacionamento próximo tanto com fornecedores quanto com clientes. Normalmente, a fidelização se dá não apenas pelo custo-benefício ou pela qualidade dos produtos.

A forma como a empresa se posiciona e também o engajamento proporcionado por ela em diferentes canais impactam significativamente para a retenção de pessoas que já conheceram e fecharam negócio com o seu empreendimento.

Possibilidade de metrificar

Outro destaque quanto ao uso das mídias sociais para o negócio rural é a possibilidade de metrificar os resultados. Se você espalha panfletos pela cidade para anunciar uma safra nova ou para divulgar que está com um produto recém-lançado em seu empreendimento, como saberá quais dos clientes que se interessaram em fechar negócio foram impactados por essa mídia? É muito complicado.

Do contrário, as mídias sociais possibilitam o entendimento sobre qual é o alcance daquela publicação, quais foram os cliques no link que você disponibilizou, quantas pessoas vieram por contato direto em suas mensagens das diferentes plataformas, entre outras possibilidades.

Como usar as mídias sociais no agronegócio?

Agora que você já conhece alguns dos principais diferenciais de utilizar as mídias sociais para o negócio rural, apresentaremos algumas dicas relevantes que podem ser implementadas em sua estratégia. Confira!

Defina uma persona

Persona é a representação semifictícia do seu cliente ideal. Normalmente, há muita confusão sobre esse conceito para público-alvo. A seguir, trouxemos um exemplo que vai deixar claro qual é a diferença entre eles. Para esse exemplo, estamos criando um negócio fictício de criação de peixes, que vende a sua produção para as peixarias de uma cidade de 200 mil habitantes no interior paulista:

  • público-alvo — donos de peixarias que buscam por produtos frescos para seus clientes;
  • persona — Francisco, 45 anos. Tem uma peixaria na cidade de Marília, interior de São Paulo. Hoje, sua principal dificuldade é a de encontrar um produtor rural que ofereça os peixes frescos a um bom preço e com um bom atendimento. Seu antigo fornecedor, além de demorar a dar um retorno sobre a disponibilidade dos produtos, trazia itens de baixa qualidade, que impactava negativamente seus clientes. Se informa sobre outros possíveis parceiros por meio das redes sociais, e se interessa muito pelo mercado piscicultor do Brasil de forma geral.

Percebe como a persona traz muito mais detalhes sobre o cliente, o que permite criar conteúdos mais segmentados e que, de fato, gere valor para essas pessoas? O piscicultor estaria interessado em materiais sobre a temática (transporte de água, por exemplo). Mas a sua persona é voltada para os interesses de seu público em si. Para criar uma persona que traga os resultados almejados, indicamos o seguinte passo a passo:

  • levante informações sobre os seus atuais clientes — pegue em sua base de contatos quais são os clientes mais antigos, suas características e colete dados importantes sobre eles;
  • entenda quais são as objeções de clientes que não fecharam negócio com o seu empreendimento — entender as objeções de pessoas que não fecharam contrato contribui para que você ataque diretamente na dor que o seu negócio enfrenta com parcela do público;
  • descreva o perfil de sua persona — como apresentado acima, o perfil da persona permitirá estratégias mais voltadas para a realidade de seu nicho de atuação;
  • formalize os resultados — tenha a sua persona documentada para conferência sempre que necessário.

Utilize uma linguagem adequada

Depois que você definir a sua persona, terá informações mais confiáveis sobre outras estratégias que devem ser consideradas em uma rotina de mídias sociais. A linguagem é uma delas. Pense com a gente: se você utiliza uma linguagem muito formal sendo o que seu público é mais simples, dificilmente vai gerar identificação. Da mesma forma, se utilizar uma linguagem mais simples para um público mais formal, terá estranheza.

Por essa razão, o ideal é identificar quais são as particularidades de sua persona para definir como esse tom de voz deve ser transmitido em suas principais plataformas digitais.

Defina indicadores

Como vimos, um dos principais diferenciais de investir em mídias sociais é a possibilidade de metrificar resultados. Porém, para isso, é preciso ter indicadores e objetivos. Antes de mais nada, entenda qual é o seu intuito de estar em diferentes canais para distribuir conteúdo para a sua persona.

No exemplo acima de um negócio rural que deseja ampliar o seu alcance em outras regiões, um importante KPI seria o alcance das publicações, especialmente para aquelas segmentadas em cidades onde há o interesse de se firmar.

Porém, existem outros objetivos que podem servir como um foco de uma estratégia de mídias sociais, como:

  • aumentar as vendas;
  • aumentar o engajamento da marca;
  • se tornar autoridade no assunto;
  • se tornar o principal negócio rural de sua região (que será lembrado por todas as pessoas ao ser questionada em uma pesquisa de marca), entre outros.

Com o objetivo bem definido, fica mais simples definir quais seriam os KPIs que vão direcionar para esse resultado. Se o intuito for o de se tornar o principal negócio rural de sua região, por exemplo, uma importante métrica é a de menções da marca. Se for o de gerar vendas, é essencial analisar o número de clientes que chegaram por esse canal.

Escolha as redes sociais que mais tenham relação com a sua persona

Hoje, há diferentes mídias sociais com intuitos diferentes. O Facebook, por exemplo, possibilita a criação de páginas de seu negócio para compartilhar conteúdo. O Instagram é mais voltado para a criação de fotos e vídeos que retratem a realidade de seu empreendimento. O TikTok, permite uma comunicação rápida e mais descontraída, compartilhando curiosidades e informações relevantes sobre sua área e novidades do negócio. No LinkedIn, por sua vez, há a oportunidade de divulgar mais artigos científicos relacionados ao seu nicho de atuação.

Não há a rede social certa ou errada, apenas a plataforma que é certa para os seus objetivos e para a sua persona. De nada adianta estar presente em vários canais se o seu público não se faz presente ali. Por essa razão, ainda na etapa de definição de persona, faça o filtro para identificar quais são os canais nos quais eles mais têm interesse de acessar e passam a maior parte do tempo.

Definida a plataforma, é preciso estudar e metrificar os formatos de conteúdo. No Instagram, por exemplo, não é porque ele traz a possibilidade de produzir fotos e vídeos que necessariamente seu negócio precisa investir nesses materiais. Se as fotos derem muito mais engajamento que os vídeos, uma análise deve ser feita: seus vídeos não estão atrativos ou seu público não se interessa em consumir esse formato de conteúdo?

Produza conteúdo relevante

Um outro fator que vai diferenciar a sua marca em relação aos concorrentes é a produção de conteúdo relevante. Segmentar o seu público e entender o interesse que ele tem diante dos principais canais deve ser o primeiro passo.

No mercado agro, por exemplo, falar de temáticas sobre a preservação do meio ambiente ou do cooperativismo no campo pode ser interessante para o seu público? Ou, ainda, trazer temáticas relacionadas à administração rural, caso o seu interesse seja focar em um público que também esteja envolvido nessa realidade.

Novamente, afirmamos que não existe certo nem errado. É importante entender os interesses de sua audiência e, mais que isso, sempre analisar os resultados. Há temáticas que certamente vão chamar mais a atenção da sua audiência, enquanto outras não vão gerar engajamento (mas que podem trazer leads qualificados).

Outras dicas que podem ser implementadas em sua realidade são:

  • se coloque no lugar de seu público e avalie se aquele material de fato é relevante para os seus interesses;
  • mantenha uma comunicação aberta com os seus seguidores e identifique as necessidades que eles têm quanto ao consumo de conteúdo;
  • crie conteúdo que seja adequado para cada tipo de plataforma;
  • invista em diferentes formatos e identifique quais deles mais obtém retorno;
  • não se esqueça de humanizar o conteúdo, uma vez que isso gera maior identificação com a sua audiência.

Interaja com o seu público

Independentemente de qual seja o objetivo de seu negócio rural nas diferentes plataformas, é essencial interagir com o seu público para que eles tenham a percepção de que a sua empresa se preocupa com os seguidores e de fato tem atenção quanto às suas necessidades.

Por essa razão, nunca deixe de responder comentários e mensagens enviadas via direct (em sua própria caixa de entrada). Além disso, é comum que tenham reclamações por parte do seu público por alguma insatisfação. Isso não é o fim do mundo: você vai se destacar quanto a forma de lidar com esse gargalo.

Por meio das mídias sociais ainda há a oportunidade de identificar quais são os interesses por meio do feedback dos próprios seguidores: no Instagram, por exemplo. Há a possibilidade de abrir caixinha de perguntas nos stories para que as pessoas que te seguem deixem sugestões de conteúdos. Além de contribuir para um material cada vez mais segmentado e direcionado, isso possibilitará um maior engajamento por parte de seus seguidores.

Tenha periodicidade

Um dos fatores que mais contribuem para a efetividade das estratégias de redes sociais é a periodicidade. Caso você não tenha uma constância, dificilmente conseguirá engajar e atrair seguidores de forma efetiva. Pense em você enquanto consumidor de conteúdo: se acompanha uma página, mas ela não posta há várias semanas, certamente perderá o interesse, concorda? Dessa forma, as chances de atrair novas pessoas ou até mesmo de manter o número de pessoas que o acompanha reduzem consideravelmente.

Por essa razão, indicamos que haja um calendário editorial. Entenda os horários de maior engajamento e os tipos de conteúdo mais indicados para cada um desses períodos. Mais uma vez, ressaltamos sobre a necessidade de analisar continuamente. Assim, você pode identificar com maior efetividade quais são as estratégias mais indicadas para o seu cenário.

Também é necessário documentar todas as suas conclusões. Isso contribui para uma consulta rápida sempre que necessário, além de contar com informações mais detalhadas para caso você contrate uma pessoa que cuidará especificamente desse trabalho ou até mesmo contrate uma agência especializada no segmento.

Tenha atenção quanto à identidade visual

Para ser lembrado, é preciso que a sua marca esteja presente no imaginário de seu público. A identidade visual cumpre um importante papel nesse cenário. Por meio dela, os seguintes diferenciais podem ser usufruídos:

  • amplia a reputação da marca e o reconhecimento de seu negócio, de modo que as pessoas facilmente identifiquem que se trate de seu empreendimento sempre que virem algo relacionado;
  • aumento da credibilidade da marca;
  • posicionamento adequado também por meios visuais;
  • contribui para que os novos produtos lançados pela sua propriedade sigam o mesmo padrão;
  • diferencial competitivo em relação à concorrência.

Se você ainda não tem um manual de marca, recomendamos que o faça. Trata-se de um documento no qual trará as melhores práticas em relação à sua identidade visual, de modo que qualquer pessoa seja orientada no que se refere ao seu negócio.

É importante ainda contar com uma pessoa responsável pela identidade das suas publicações. Assim, vai contar com um canal mais atraente e que chame mais atenção de sua audiência.

Quais são as métricas essenciais para acompanhar?

A seguir, selecionamos ainda quais são as métricas essenciais para acompanhar. Mas lembre-se: elas devem ser utilizadas com base em seus objetivos e no foco que você deseja seguir com essa estratégia, certo? Entre as principais, ressaltamos:

  • alcance — por meio do alcance, você tem a oportunidade de entender como o seu conteúdo está sendo distribuído. Ou seja, quantas pessoas você atinge com as publicações nas mídias sociais;
  • volume — trata-se do número de interações com a sua marca em diferentes canais. Uma métrica que traz um reflexo se as pessoas realmente estão abordando sobre a sua marca ou falando de você;
  • taxa de conversão — essa é uma métrica mais aprofundada, que permite identificar quantas pessoas de fato estão entrando em contato para uma conversa mais detalhada sobre os seus produtos ou serviços;
  • ROI — independentemente de qual seja a estratégia, é preciso identificar o retorno sobre o investimento feito. O ROI permite analisar o quanto a sua empresa ganha ao investir determinado valor em diferentes plataformas;
  • engajamento — número de likes, comentários e compartilhamentos de cada publicação;
  • crescimento do canal — por meio do crescimento do canal, há a oportunidade de entender quantos novos seguidores você adquiriu em determinado período de tempo e qual foi a quantidade de pessoas que deixaram de acompanhar as suas publicações.

E, então, o que achou de conferir um material completo sobre mídias sociais para o seu negócio rural? Como vimos, trata-se de uma estratégia que vai além de um diferencial: mas, sim, uma necessidade para que a sua empresa possa alcançar os objetivos pretendidos, independentemente de quais sejam eles.

Se você quer acompanhar um pouco mais sobre as nossas estratégias, é só nos acompanhar em nossos principais canais. Estamos presentes no Facebook, LinkedIn, Twitter e YouTube. Veja nossas novidades e compartilhe nossos conteúdos!

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

Selecione o assunto do seu interesse

    Banner Tanque Circular

    Materiais Gratuitos