+55 (11) 2139-2888 [email protected] Voltar para a página inicial
ACESSAR LOJA
+55 (11) 2139-2888 [email protected]
×

Veja o que é um galpão logístico e como escolher!

Modificado em: outubro 5, 2023

Um galpão logístico é um espaço destinado ao armazenamento e à distribuição de mercadorias. Ele pode ser usado por empresas de diversos setores, como indústria, comércio e serviços, que precisam de um local adequado para guardar seus produtos e enviá-los aos clientes.

Escolher um bom galpão é fundamental para garantir a eficiência e a segurança das operações logísticas. Mas como fazer essa escolha? Quais critérios avaliar? Neste artigo, vamos responder a essas perguntas e mostrar os principais aspectos que você deve levar em conta na hora de alugar ou comprar um galpão para o seu negócio. Acompanhe!

O que são galpões logísticos e para que servem?

Conforme apresentamos brevemente acima, um galpão logístico é um espaço voltado às operações logísticas, como o armazenamento, a distribuição e a manipulação de mercadorias dos mais diversos tipos. Ele é essencial para garantir mais agilidade, praticidade e organização aos processos logísticos, o que otimiza o transporte de cargas.

Essas estruturas têm um papel fundamental na estocagem e no envio de produtos, especialmente com o crescimento dos comércios eletrônicos. Nos galpões, é possível realizar atividades como recebimento de cargas, separação de pedidos, distribuição de cargas e armazenamento. Sem eles, estágios cruciais da operação serão prejudicados, afetando a gestão logística.

O mercado de galpões logísticos no Brasil está aquecido, com uma alta demanda. Segundo dados do Morgan Stanley, o setor de e-commerce representou 21% do total das vendas do varejo em 2021, e a estimativa é que esse número chegue a 27% até 2026.

Vale destacar que os galpões também são fontes de investimentos, o que ajuda a manter o mercado aquecido. Eles oferecem diversos benefícios para as empresas, como:

  • redução de custos operacionais;
  • maior controle sobre o estoque;
  • maior segurança para as mercadorias;
  • maior flexibilidade para atender às demandas dos clientes;
  • maior competitividade no mercado.

Quais são os principais tipos de galpão?

Existem vários tipos de galpão, além do logístico, que se diferenciam em termos de tamanho, forma, material, finalidade e design. Confira alguns dos principais, a seguir.

Convencional ou Duas Águas

O galpão convencional contém uma ou duas águas na cobertura e é sustentado por pórticos com espaçamentos regulares e vigas. Esse tipo de galpão é simples, resistente e versátil, podendo ser usado para diversos fins, como estocagem, indústria, logística ou estacionamento.

Ele pode ter diferentes materiais na estrutura, como concreto pré-moldado, madeira ou aço. A escolha do material depende do custo, da durabilidade, da manutenção e da estética que o cliente deseja.

O galpão duas águas ainda assegura um excelente aproveitamento de toda a sua área interna, nos dois sentidos: horizontal e vertical. Outra vantagem reside na possibilidade de criar extensões do espaço coberto sem a necessidade de novas colunas internas, deixando o vão livre para prezar pelo aproveitamento integral do local.

Industrial

O galpão industrial apresenta características moldadas a partir das necessidades de cada empreendimento. Entretanto, há alguns aspectos básicos a todo modelo dessa categoria. Sua estrutura, por exemplo, é sempre pesada. A resistência deve suportar 6t por m², pelo menos. Além disso, as pontes rolantes precisam facilitar a movimentação das cargas.

Em arco parabólico

Os galpões em arco parabólico têm a forma de uma parábola, ou seja, uma curva simétrica que se abre para cima ou para baixo. Esse tipo de galpão é vantajoso porque aproveita melhor o espaço interno, reduz o consumo de material e facilita a ventilação e a iluminação natural. Além disso, é mais resistente às cargas de vento e de neve do que os outros.

Inflável

Um galpão inflável é um equipamento que pode ser instalado em poucos minutos, sem a necessidade de fundação ou estrutura metálica. O que o mantém de pé é a entrada constante de ar entre a lona, que é feita por um motor movido a energia elétrica ou diesel. A lona é resistente e conta com proteção contra fungos, bactérias e raios UV.

Entre seus maiores destaques, vale citar que é fácil transportá-lo para qualquer lugar, adapta-se a diferentes terrenos e condições climáticas, suporta ventos de até 120 km/h e atende a diversas finalidades, como armazenamento, eventos, emergências, obras e muito mais. Trata-se de uma solução prática, rápida e econômica para quem precisa de um espaço coberto com qualidade e segurança.

Shed

Shed é um é um modelo que utiliza uma cobertura em forma de degraus, que facilita a iluminação e a circulação de ar, ideais para produtos que necessitam dessas condições, como alimentos. Pode ter vãos simples ou múltiplos e cobrir grandes áreas. Tem baixo custo de manutenção e é versátil.

Quais as vantagens do galpão logístico?

Já destacamos que os galpões trazem diversas vantagens para as empresas que precisam gerenciar seus estoques de produtos. Veja quais são elas com mais detalhes, a seguir.

  • rapidez na montagem: como essa estrutura visa a facilitar as operações industriais, sua montagem é bastante ágil — cerca de 60 dias desde o estudo até a autorização dos bombeiros;
  • flexibilidade: a companhia que opta pela instalação dos galpões ganha flexibilidade para aumentar ou reduzir o espaço conforme sua demanda;
  • localização estratégica: instalar galpões em locais estratégicos ajuda no aumento das vendas, e as entregas são feitas com mais agilidade por haver estoque armazenado em diferentes espaços;
  • espaço adequado: galpões já disponibilizam a estrutura adequada para suprir toda a operação logística, tornando-a bem mais barata, prática e rápida.

Como escolher um galpão logístico?

Escolher bem um galpão logístico é importante para o sucesso de uma empresa que depende da armazenagem e distribuição de produtos, uma vez que o espaço deve atender às necessidades específicas das suas operações. Confira, abaixo, boas práticas para acertar na decisão.

  • fazer um planejamento: faça um planejamento cuidadoso que leve em conta diversos fatores, como a localização, o tamanho, a infraestrutura, o custo e a segurança do imóvel;
  • conferir o piso: a resistência do piso é fundamental para suportar o tráfego e a carga de veículos, máquinas e produtos, além de evitar rachaduras, manchas e umidade. O ideal é que ele tenha uma alta resistência e seja fácil de limpar;
  • verificar a segurança do local: analise a segurança do espaço, considerando aspectos como iluminação, vigilância, controle de acesso e proteção contra incêndios. Também avalie a localização, o tamanho, a infraestrutura e o custo-benefício do galpão;
  • analisar a confiabilidade do fornecedor: verifique se o fornecedor tem experiência no mercado, se oferece um contrato transparente e flexível, se conta com boa infraestrutura e segurança e se atende às normas e exigências legais. Um fornecedor confiável pode garantir a qualidade e a eficiência do serviço de armazenagem e distribuição.

Caso você ainda esteja com dúvidas sobre o processo de escolha do seu galpão, saiba que a Sansuy oferece uma solução de alta qualidade, eficiência e custo-benefício: o Vinigalpão. Trata-se de uma estrutura de duas águas, fabricada com laminados de PVC, que pode ser instalada em diferentes tipos de terreno e atender a diversas necessidades de armazenagem.

Gostou deste conteúdo? Então, entenda como os galpões de lona auxiliam na armazenagem e logística do seu negócio!

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

icon_newsletter

Selecione o assunto do seu interesse

    Materiais Gratuitos