+55 (11) 2139-2888 [email protected] Voltar para a página inicial
ACESSAR LOJA
+55 (11) 2139-2888 [email protected]
×

Tipos de silo: saiba mais sobre o assunto!

Modificado em: junho 6, 2024

Armazenar a produção agrícola de forma segura é um desafio que pode ser superado com os silos adequados. Existem diversos tipos, cada um projetado para atender necessidades específicas, melhorando a produtividade no campo.

No entanto, é normal ter dúvidas sobre qual modelo escolher para melhorar os resultados e manter a qualidade dos grãos. Por esse motivo, elaboramos este conteúdo. A seguir, você conhece os principais tipos de silos e as melhores indicações para acertar na escolha. Acompanhe!

O que é silo?

Os silos são unidades de armazenamento projetadas para garantir a quantidade e a qualidade dos grãos mesmo fora da temporada de alta produção. Essas estruturas são fundamentais para períodos nos quais vender a colheita imediatamente não é rentável devido a fatores como sazonalidade, oscilações de mercado e influências econômicas externas, como variações no câmbio.

Diante disso, manter os grãos em silos permite aos produtores aguardar o momento ideal para comercialização, sem comprometer as características essenciais dos produtos armazenados. Porém, adquirir e montar as estruturas não é o suficiente.

É preciso seguir as normas, como a Lei n°9.973/2000 e a Instrução Normativa 24/2013, que estipulam diretrizes sobre aeração, umidade e temperatura adequadas para o armazenamento de grãos.

Quais são os tipos de silos?

Conhecer os principais tipos de silos é o primeiro passo para acertar na escolha e garantir a qualidade e segurança da colheita. Cada modelo apresenta características próprias que atendem a diferentes necessidades de armazenamento. A seguir, saiba mais sobre cada um deles.

Silos de trincheira

Também chamados de bunker, os silos de trincheira são usados tanto para o armazenamento de grãos quanto para silagem. Esse tipo consiste em uma vala feita no solo e coberta por lona. Depois, é usado areia e terra para fechar.

Além do baixo custo, outra vantagem é a facilidade de abertura e fechamento, e a capacidade de manter o volume sem grandes perdas, comparado a outros tipos de silos. A compactação lateral garante uma boa vedação, indispensável para a preservação da qualidade do produto. Contudo, é preciso planejar cuidadosamente sua localização para evitar problemas com umidade e garantir a integridade dos grãos armazenados.

Silos de superfície

Os silos de superfície, montados diretamente sobre o chão, são reconhecidos pela facilidade de montagem e pelo custo reduzido. Afinal, não é preciso fazer escavações profundas nem construções complexas. São planos e abertos, sendo cobertos apenas com lonas fixadas por pneus e terra, o que pode, entretanto, limitar sua capacidade de compactação e vedação.

Apesar de algumas limitações, os silos de superfície têm ótimas vantagens. Eles suportam grandes volumes, simplificam o processo de ensilagem com equipamentos menos complexos e reduzem significativamente os custos de armazenagem.

O ideal é que sejam instalados próximos aos estábulos para eliminar a necessidade de transportes frequentes e, assim, otimizar a operação agrícola e pecuária.

Silos bag

Por outro lado, os silos bag, conhecidos por sua semelhança com grandes bolsas ou tubos horizontais, são uma escolha eficiente para grandes volumes, podendo alcançar de 30 a 60 metros de comprimento e conservar até 6 toneladas de silagem. Porém, esse tipo exige que os grãos sejam secos antes do armazenamento para garantir a conservação adequada.

Esses silos têm excelente vedação e robustez dos materiais utilizados, o que justifica seu custo um pouco mais elevado. No entanto, a flexibilidade é uma grande vantagem: os silos bag podem ser instalados em diversos locais, adaptando-se estrategicamente às necessidades do produtor.

Isso permite também o fracionamento do armazenamento e facilita a gestão de diferentes tipos de produtos dentro da mesma unidade.

Silos de bola

Já os silos de bola, também conhecidos como silos de fardo, foram um dos primeiros modelos desenvolvidos para facilitar esse processo. Cada um pode pesar entre 200 kg e 600 kg, com a vantagem de serem transportáveis e empilháveis, além de serem revestidos com um filme plástico que protege o conteúdo armazenado.

Seu design arredondado é prático para o transporte de silagem ou grãos, promovendo uma manipulação mais eficiente. Contudo, a utilização intensiva de plástico no revestimento desses silos levanta preocupações ambientais, dado o volume de resíduos gerados.

A propósito, para adquirir um silo de bola, é necessário planejar bem, pois são produzidos sob encomenda para atender especificações particulares de cada produtor, o que garante adaptabilidade, mas exige um investimento inicial significativo e um tempo de espera para a produção.

Silos de cisterna

Os silos de cisterna, construídos abaixo do nível do solo, são semelhantes às tradicionais cisternas de água. Embora tenham sido uma opção popular no passado, há uma redução em seu uso nos últimos anos. A vantagem desse modelo está na facilidade de carregamento e descarregamento, apesar de requerer um sistema específico com roldanas e cordas.

Em termos de custos, os silos de cisterna são relativamente acessíveis quando comparados a outros tipos, mas exigem um investimento adicional em revestimento para garantir a proteção adequada dos grãos armazenados.

Com uma profundidade máxima de 7 metros, eles não são indicados para áreas próximas a lençóis freáticos ou terrenos baixos, limitando suas possibilidades de instalação e uso.

Silo vertical

Conhecidos como silos aéreos ou silos verticais, eles se destacam no cenário agrícola pela sua capacidade de maximizar o espaço vertical. Isso porque sua construção elevada permite uma armazenagem eficiente em áreas nas quais o espaço horizontal é limitado. Eles são ideais para guardar grandes quantidades de grãos, pois seu design facilita tanto a conservação quanto o processo de carga e descarga.

A utilização de silos verticais é particularmente vantajosa por garantir uma excelente vedação e proteção contra variações climáticas e pragas, elementos críticos para a manutenção da qualidade do produto armazenado.

Além disso, eles oferecem facilidade de integração com sistemas mecânicos para movimentação automática dos grãos, aumentando a eficiência operacional e reduzindo a mão de obra necessária.

Silo bunker

Os silos bunker são um sistema prático e eficiente para o armazenamento de grãos. Essa estrutura é composta por uma armação metálica que suporta uma cobertura de membrana de PVC, garantindo que os produtos fiquem protegidos da umidade e outros elementos externos.

A fixação segura da lona na estrutura impede a entrada de água, mantendo a qualidade e a integridade dos grãos armazenados. Uma das grandes vantagens do modelo bunker é a facilidade de instalação, que é rápida e não requer construções complexas em alvenaria, além de permitir a mobilidade do silo para diferentes locais conforme a necessidade.

O abastecimento dos grãos pode ser feito com esteiras ou se adaptando a estruturas já existentes, facilitando a logística e otimizando o uso do espaço.

Como escolher entre os tipos de silos?

Ao escolher o tipo de silo adequado para suas necessidades, é essencial considerar uma série de fatores que influenciam diretamente na eficiência e custo-benefício do armazenamento, como:

  • capacidade do silo — determine o volume da produção que precisa ser armazenado e por quanto tempo cada safra ficará no silo. É importante escolher um que corresponda à quantidade de produção sem exceder ou limitar o espaço necessário, evitando desperdícios de recursos e espaço;
  • custos — planeje os custos associados, incluindo o espaço para instalação, materiais necessários e cotações de fornecedores. Considere o tipo de produto a ser armazenado e as necessidades específicas de manuseio e manutenção que diferentes tipos de silos exigem;
  • produção e rotatividade — tenha um entendimento claro da sua produção e da frequência com que os produtos são movimentados. Os maiores podem ser necessários se a produção é alta e os produtos ficam armazenados por longos períodos. Por outro lado, uma alta rotatividade pode justificar o uso de silos menores ou em menor quantidade.

Cuidados para o funcionamento adequado do silo

Para garantir o funcionamento adequado de um silo e preservar a qualidade dos grãos armazenados, é preciso focar em dois aspectos principais: a umidade e a temperatura. Ambos são influenciados pelo material do silo e sua capacidade de vedação. Confira alguns cuidados para manter esses fatores sob controle:

  • aeração — utilize ventiladores para manter o ar circulando adequadamente dentro do silo, evitando umidade excessiva que pode favorecer a proliferação de fungos;
  • controle de pragas — adote medidas de prevenção contra pragas e roedores, que podem comprometer tanto a qualidade dos grãos quanto a integridade física do silo;
  • segurança — treine e equipe adequadamente os responsáveis pelo manejo para evitar acidentes, monitorando também a concentração de gases antes de abrir o silo para manutenção ou descarregamento.

Como as soluções Sansuy podem ajudar?

A Sansuy, com mais de meio século de experiência na fabricação de lonas plásticas, oferece soluções projetadas para melhorar a produtividade e a sustentabilidade no campo.

As principais soluções da Sansuy para o setor são:

  • Vinileve SR — A lona para silagem é fabricada em polímero flexível aditivado e utilizada na vedação do material ensilado. Tem como objetivo proteger a silagem de intempéries, raios solares e animais, além de permitir a fermentação anaeróbica que garante um alimento de alta performance e palatabilidade aos animais.
  • Vinisilo — sistema de armazenamento com estrutura metálica e lona de PVC, proporcionando mobilidade, versatilidade e resistência, essencial para a conservação de grãos;
  • Silobunker — composto por uma estrutura metálica modular e cobertura de Vinilona, este sistema facilita a montagem, desmontagem e transferência, adaptando-se facilmente às necessidades do produtor;
  • Vinimazem — um armazém inflável de alta capacidade que se mantém erguido com ventiladores, oferecendo uma solução rápida e eficiente para o armazenamento temporário sem necessidade de estruturas fixas.

Os silos para grãos são mais que meras estruturas, pois impactam diretamente na produtividade da agricultura. Ao entender as diferenças entre os diferentes tipos e aplicar os cuidados adequados, você pode aumentar a qualidade e a rentabilidade de sua produção.

E as soluções oferecidas pela Sansuy, com sua vasta experiência e tecnologia avançada, são desenhadas para atender às demandas específicas do armazenamento de grãos, garantindo durabilidade e proteção eficaz contra os elementos.

Quer aprofundar seus conhecimentos e descobrir como armazenar grãos efetivamente com a ajuda da Sansuy? Leia nosso próximo post, em que exploramos técnicas e produtos que transformam o armazenamento de grãos em um processo simples e seguro. Confira agora e otimize sua produção!

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

icon_newsletter

Selecione o assunto do seu interesse

    Banner Tanque Circular

    Materiais Gratuitos