Cadastre-se e receba novidades  
Selecione o assunto de seu interesse:
Enviando sua inscrição  
Loading...
Cultura do Plástico

Entenda como o uso do plástico revolucionou a indústria de consumo

cultura do plático

Capaz de agregar bem-estar e versatilidade ao dia a dia das pessoas no mundo inteiro, trazendo inovações em diversos campos, desde a medicina até a construção, o uso do plástico revolucionou hábitos. Definitivamente, não é nenhum exagero tratar esse material como um dos mais importantes no planeta.

Substituindo recursos que passaram a ficar escassos, o advento do plástico propiciou a criação de muitas invenções transformadoras. A indústria do consumo mudou por completo, a partir da viabilização de produtos em escala maior, entre outras vantagens.

Se você quer saber mais a respeito da história do plástico, continue conosco por aqui e entenda todo o processo de evolução, o que ajudará a identificar o impacto do material. Boa leitura!

Uso do plástico: surgimento e evolução

Oriundo do grego plastikos, o termo ”plástico” nasceu como definição de materiais passíveis de serem modelados a partir da pressão ou do calor visando a criação de novos itens. O marfim, por exemplo, é considerado um plástico natural, para se ter uma ideia do embasamento do conceito.

No entanto, o que de fato alterou o rumo do uso do plástico na humanidade foi a artificialidade. Nesse cenário, entram nomes como Charles Goodyear, responsável pela descoberta do processo de vulcanização da borracha, dando resistência ao plástico mesmo diante de oscilações bruscas de temperatura.

Na primeira década do século seguinte, o XX, entretanto, houve um divisor de águas. O químico belga naturalizado americano Leo Baekeland desenvolveu um plástico 100% sintético e viável sob o ponto de vista comercial. Foi o chamado Bakelite, assim batizado justamente pelo sobrenome do seu criador.

A partir de então, iniciou a era dos plásticos feitos à base de gás natural, petróleo e carvão. Juntando várias moléculas pequenas para formar uma maior — processo de polimerização, o plástico recebeu um enorme acréscimo de força e durabilidade, possibilitando, conforme mencionado acima, a produção em escala industrial.

Entre os anos 30 e 50, o material se afirmou de vez na indústria global. A polimerização trouxe os nossos conhecidos PVC, silicone, polipropileno, PET, Teflon, Isopor e outros tipos de polímeros que dão excelente variedade à produção.

Sociedade e bens de consumo: a revolução do plástico

O uso do plástico impactou demais o setor industrial e, consequentemente, a rotina das pessoas ao redor do mundo. A sociedade, em especial por conta da revolução na forma de desenvolvimento de bens de consumo, aproveitou uma série de inovações.

Listamos a seguir alguns dos segmentos nos quais o plástico causou benefícios na mais pura e positiva acepção da palavra. Confira.

Saúde

A alta quantidade de materiais não descartáveis prejudica a higienização em hospitais, o que aumenta os índices de contaminação. As seringas de plástico, nesse cenário, representaram um avanço no ambiente hospitalar para preservar a saúde dos envolvidos.

Isso sem falar em outros itens impulsionadores da qualidade de vida, como cateteres, bolsas de soro, aparelhos auditivos e próteses, além dos preservativos.

Alimentação

Os alimentos passam por diversas etapas até chegarem à mesa do consumidor final. Ou seja, a preservação do estado da comida deve ser cuidadosa. O uso do plástico transformou as embalagens, garantindo proteção durante o transporte.

Assim, a vida útil dos produtos alimentícios ganhou um acréscimo bastante benéfico, reduzindo de forma considerável os riscos de contaminação e inclusive de desperdício.

Agricultura

Fundamental para a economia brasileira, o agronegócio representou mais de 20% do PIB nacional em 2019. Em um cenário de tanto impacto, o plástico entrega vantagens para produtores rurais sem depender do porte: do pequeno ao grande.

Armazenamento de grãos, sistema de irrigação e estufas, que dão muita flexibilidade à produção no campo, figuram como exemplos práticos dos benefícios do uso do plástico na agricultura.

Construção civil

Durabilidade, aplicação fácil, leveza e acessibilidade consistem nas grandes vantagens entregues pelo plástico ao setor de construção civil desde a metade do século passado. Trata-se de um dos ramos mais impactados pelo advento e posterior afirmação do material.

Soluções inovadores surgem a todo momento e, assim, conseguem viabilizar diferentes projetos de elétrica, telecomunicação, arquitetura, gás e várias outras áreas específicas. Usando energia com maior eficiência, é possível criar isolantes térmicos para não exagerar no emprego de aquecedores em ambientes domiciliares, por exemplo.

Setor automotivo

Quando o assunto é veículo automotivo, a segurança sempre ocupa uma das posições de maior destaque. O material plástico não apenas satisfaz essa necessidade de ganhos constantes de segurança como ainda propicia benefícios distintos.

Além do incremento da resistência de tanques de combustível e da evolução da capacidade de absorção de impactos no para-brisa, o plástico oferece soluções incríveis de design e leveza nos projetos. Aerodinâmica e sustentabilidade também merecem destaque.

Produção de energia

Inúmeros estudos científicos analisam a viabilidade de alternativas sustentáveis de geração de energia limpa. O emprego de células solares de polímero, sem a necessidade de tratamentos especiais no processo de desenvolvimento, vêm ganhando espaço.

O protocolo funciona baseado em polímeros ou moléculas, sempre orgânicos, que fazem absorção de iluminação, transferência de carga e geração de eletricidade. Além disso, também há opções trabalhando com a queima de plástico para criar energia em larga escala.

Meios de transporte

Você sabe, com certeza, que quanto maior o peso de um veículo, maior a necessidade de combustível necessário para que ele funcione. É por isso então, que setores da indústria de transporte têm investido de maneira intensa no acréscimo de recursos plásticos na produção.

Resistentes a problemas comuns, como a corrosão, eles são, além de tudo, muito mais acessíveis sob a ótica financeira. De quebra, existe um benefício sustentável: a emissão de dióxido de carbono diminui de forma considerável por conta da leveza dos componentes do veículo.

Desde carros até aviões, passando por navios, ônibus e locomotivas, os meios de transportes estão ficando mais leves, mais produtivos e mais confortáveis devido ao uso do plástico.

Conforme observamos ao longo do texto, o uso do plástico revolucionou nossas vidas de verdade. Sem esse material, muitas coisas seriam mais difíceis e, sobretudo, caras. Todas as inovações citadas contribuem para o nosso dia a dia, além de mudarem hábitos de consumo mundo afora.

Gostou do conteúdo? Quer continuar aprendendo a respeito do plástico e sua relevância? Então, aproveite a visita ao nosso blog e confira 6 benefícios desse material para a rotina de pessoas e empresas!