Cadastre-se e receba novidades  
Selecione o assunto de seu interesse:
Enviando sua inscrição  
Loading...
Cultura do Plástico

Plástico no universo do esporte: veja como ele está presente

Plástico no universo do esporte

Empresários interessados nas maiores tendências do mercado esportivo devem ficar por dentro de tudo sobre plástico no universo do esporte. Fibras desse material fazem parte da produção de equipamentos para a maioria dos esportes, sendo extremamente necessário entender como elas auxiliam profissionais a obter um maior desempenho.

Tente imaginar o esporte atualmente sem a utilização de tecnologia feita de plástico para tentar compreender a dimensão do fato. Esse é um exercício difícil, não é mesmo? Então, aproveite para ler o conteúdo exclusivo que criamos para você, empreendedor antenado no mercado, e entenda mais sobre o tema. Confira!

Qual a importância do plástico no universo do esporte?

O plástico faz parte do universo esportivo em diversos aspectos, desde a infraestrutura dos estágios até nas próteses de atletas paraolímpicos. Na realidade, essa história é mais antiga e carrega uma forte ligação entre esse composto e o esporte, verificada desde o início da produção do material.

No início foi um verdadeiro problema para os equipamentos esportivos, pois eles eram feitos de origem animal. Foi quando o químico Leo Baekeland, no ano de 1909, deu a cartada final e descobriu o plástico sintético. Desde então, produtos derivados de animais foram substituídos, como o marfim, chifres e até mesmo cascos de tartaruga.

Começando pela mesa de bilhar, o plástico ganhou uma variedade de aplicações para aprimorar aspectos como peso, segurança e maior acessibilidade dos materiais empregados até então. Além disso, a sua produção é de baixíssimo custo, o que é extremamente relevante para qualquer setor.

Atualmente, o plástico é empregado nas maiores construções de estádios esportivos, desde ginásios e quadras até piscinas, acessórios de segurança e próteses. Os atletas são os maiores beneficiados pelo emprego do produto, pois calçados feitos de plástico proporcionam uma corrida melhor e mais veloz. Pense apenas nos atletas paraolímpicos, onde suas próteses influenciam diretamente na performance.

A tecnologia do plástico transformou o dia a dia de diversos setores, otimizando processos e substituindo materiais mais antiquados. Com o esporte não foi diferente, pois o material proporciona uma experiência única de conforto e acessibilidade que nenhuma fonte de origem animal seria capaz.

Auxiliar a vida de esportistas é a especialidade de quem trabalha nesse mercado. Diversas soluções são desenvolvidas a cada momento para proporcionar ao atleta uma experiência única de desempenho esportivo. Assim, você não deve perder a chance de conhecer mais sobre como o plástico está presente no universo do esporte. Pessoas atentas a grandes oportunidades estão sempre de olho em grandes tendências.

Como o plástico está presente no universo esportivo?

Agora que você sabe qual é a história e importância do plástico para o esporte, prepare-se para compreender como isso funciona na prática com alguns tópicos que preparamos para você. Confira!

Plástico na chuteira esportiva

Chuteiras modernas utilizam plástico na produção e pesam apenas algumas gramas, oferecendo, ainda, maior resistência e flexibilidade, necessárias à atividade física. Assim, o design esportivo é totalmente afetado pela utilização do material que é facilmente trabalhável.

Correr, pular e caminhar se torna muito mais fácil com calçados feitos de poliéster, é bem mais confortável do que couro. Espuma de plástico é capaz de oferecer conforto para as palmilhas.

Plástico nas cadeiras de estádios esportivos

Qualquer infraestrutura de estádios, ginásios ou quadras utiliza plástico como insumo. As cadeiras de estádios modernos é o que mais chama atenção algumas vezes, pois são enumeradas e necessitam ser resistentes.

A solução normalmente empregada para essa demanda é o policarbonato, por ser um termoplástico versátil e altamente resistente. Um olhar mais atento também verifica a utilização de plástico em diversas outras estruturas de ginásios, pois os encanamentos ou mesmo o próprio chão podem ter a sua origem nesse material.

Plástico nos cones de treinamentos esportivos

Os materiais esportivos evoluem constantemente, antes insumos de origem animais eram utilizados para diversas funções. Atualmente, quase tudo dentro do esporte é produzido com algum material que leva plástico na composição.

Cones de treinamento são um exemplo de que o plástico é extremamente versátil e substitui materiais que antes poderiam ser pesados e rústicos. Imagine só se esses cones fossem feitos ainda de aço ou madeira. Certamente causariam vários acidentes.

Plástico nas bolas esportivas

Bolas de futebol foram as que mais sofreram com a entrada do material no mercado esportivo e fez o esporte se tornar mais rápido e mais técnico. Bolas modernas são produzidas com uma camada sólida e resistente de poliuretano, sendo essa parte colada e sem costura.

Isso causa reflexo no resultado dos atletas que demonstram resposta a sensibilidade da bola, além de tornar a trajetória da bola visível, reduzir a absorção de água e trazer maior durabilidade.

Plástico nos uniformes esportivos

A maioria dos uniformes esportivos utilizados atualmente é feito de alguma fibra proveniente do plástico. Isso mudou completamente a experiência direta do esporte, pois colocou os atletas em contato com um tipo de roupa mais confortável, que se adapta ao e transpira junto dele.

Algumas empresas maiores começaram a investir nesse tipo de tecnologia durante o ano de 2010, onde chegaram a produzir uniformes de jogadores de futebol por meio de poliéster reciclado. Hoje, diversas empresas investem na utilização de plástico reciclado, principalmente retirado do mar, para produzir calçados, roupas e acessórios esportivos.

Plástico na proteção esportiva

Começando pelos capacetes e chegando nas boias para flutuar, o plástico apresenta uma trajetória única na história da proteção esportiva para crianças e adultos, ou mesmo atletas de alto rendimento. Em diversas modalidades o capacete é feito de plástico para ajudar a absorver os impactos e leve o suficiente para não sobrecarregar o pescoço.

Esse material é capaz de proporcionar grande resistência e proteção para a maioria dos esportes, no caso de capacetes mais fortes a parte externa pode ser produzida de compostos reforçados por meio de fibra de carbono ou vidro.

A utilização do plástico no universo do esporte caminha a passos largos e a cada momento surgem novidades que auxiliam os atletas a terem um maior desempenho. Além disso, os produtos mais atuais e que estão na tendência são aqueles em que o plástico passou pelo processo de reciclagem. Marcas com selos de sustentabilidade estão atraindo mais consumidores, pois as pessoas estão mais atentas aos danos causados no meio ambiente.

Compartilhe agora este texto nas redes sociais e mostre que você é um empresário inteirado no assunto!