Cadastre-se e receba novidades  
Selecione o assunto de seu interesse:
Enviando sua inscrição  
Loading...
Barracas de Feira

Feiras noturnas: por quê se tornaram tão comuns?

feiras noturnas

Nas grandes cidades, uma tendência interessante tem chamado a atenção de consumidores e comerciantes por todo o Brasil: é o conceito de feira noturna! Afinal, cada vez mais, essa modalidade toma ruas, praças e galpões de diversos bairros em horários menos convencionais em comparação aos que estamos acostumados.

Se ainda soa estranho ver pessoas saindo de casa com a sacola de compras para pegar alguns legumes, frutas ou, até mesmo, produtos artesanais às 20h ou em plena madrugada, saiba que não estamos falando de uma nova moda. A ideia de feira noturna já é realidade e você vai ver que tem muitos motivos e vantagens, inclusive sendo uma excelente oportunidade para os feirantes aumentarem suas rendas.

Quer saber mais sobre feiras noturnas e conferir de perto essa nova modalidade em sua região? Então, vamos direto ao ponto. Boa leitura!

Afinal, por que as feiras noturnas viraram tendência?

Novidade em muitas cidades do Brasil, as feiras noturnas ganham cada vez mais espaço no mercado nacional, e os motivos para a realização desses “eventos” são muito variados.

Segundo uma reportagem realizada só na cidade de Bauru, onde as feiras noturnas passaram de 2 para 12 em poucos anos, comerciantes e frequentadores apontam para fatores bem semelhantes ao preferirem essa opção de trabalho ou compra.

Sem dúvidas, esses são os mesmos motivos que tornaram a modalidade uma tendência não apenas na cidade paulista, mas em todo o Brasil. Para entender melhor, nós listamos alguns deles. Confira!

Público diferenciado

As feiras noturnas se diferenciam das convencionais não apenas por questões de horários de funcionamento. Segundo os entrevistados na matéria destacada, é notória a presença de famílias inteiras realizando as compras ou simplesmente passeando pelo local.

Isso demonstra que, muito além de uma opção para reabastecer a dispensa de casa, a feira noturna é também uma forma de diversão e entretenimento, o que abre um leque de oportunidades para os comerciantes oferecerem produtos e serviços além do que já se encontra nas feiras diurnas.

Por exemplo, produtos artesanais, comidas de rua, barracas de chopp, quitutes, jogos infantis, entre outros, são apenas alguns modelos diferenciados de barracas encontrados na noite.

Temperaturas mais agradáveis

Outro fator de destaque que tem feito a feira noturna ser considerada uma opção mais “agradável” tem a ver com as temperaturas mais amenas. Afinal, em muitas cidades, em especial no verão, o calor atrapalha não somente os consumidores, mas também influencia a qualidade e a conservação de muitos alimentos.

Horário comercial estendido

Uma outra oportunidade gerada pelas feiras noturnas é a de aproveitar horários além do padrão comercial. Ou seja, para quem é feirante, por exemplo, é possível agregar mais tempo de trabalho em diferentes eventos, sem interferir na programação diurna de costume.

Mais oportunidades

Aproveitando o gancho do primeiro tópico, por contar com um público diferenciado, o feirante amplifica sua gama de serviços e produtos nas feiras noturnas, inclusive inovando por completo suas barracas.

ebook-feirantePowered by Rock Convert

Ou seja, enquanto determinados produtos “saem melhor” nas feiras diurnas, outros têm mais procura à noite. Logo, é possível diversificar as soluções vendidas em cada tipo de evento e, consequentemente, aumentar as oportunidades de ganhos durante o trabalho. Que tal?

Flexibilidade de tempo

Um outro motivo que explica o boom das feiras noturnas no Brasil também está associado à disponibilidade de tempo livre dos consumidores. Afinal, é no fim da tarde e no anoitecer que as pessoas saem de seus trabalhos, e as crianças deixam suas escolas.

Isso é válido especialmente para os feirantes que trabalham durante os dias de semana e encontram feiras diurnas mais vazias. Logo, nesses dias, a feira noturna pode agregar muito mais oportunidades e demandas aos comerciantes.

Comércio aquecido

Fora todos os motivos já destacados, as cidades têm apostado nas feiras noturnas também como forma de fomentar o comércio local, sobretudo em horários considerados de menor fluxo.

Isso é bom para a economia, pois gera mais empregos e oportunidades aos comerciantes regionais, fomenta a produção local, movimenta espaços públicos e, claro, agrega mais opções de lazer e compras para os moradores.

E o que se vende nas feiras noturnas?

Hoje, elas oferecem praticamente as mesmas opções de produtos que os eventos diurnos. No entanto, cada vez mais, se nota a diversidade inovadora e diferenciada de muitos comerciantes e feirantes. Logo, é possível encontrar desde barracas tradicionais de frutas, verduras e legumes até tendas de chopp e churrasquinho, como uma nova alternativa de “happy hour”.

Muitas outras ideias já são bem recebidas pelo público em geral, como jogos e espaços para as crianças, venda de produtos artesanais e regionais, petiscos e quitutes feitos na hora, bebidas, alimentos e os variados tipos de serviços.

As feiras noturnas têm vantagens específicas?

Apesar de ser difícil mensurar com exatidão, de uma maneira geral, as feiras noturnas apresentam um conceito diferente e um “perfil” mais sofisticado de público. Com isso, algumas oportunidades e vantagens nessa modalidade são mais perceptíveis, como:

  • produtos diretamente do produtor;
  • produtos artesanais;
  • legumes, frutas e verduras orgânicos;
  • preços diferenciados;
  • mais variedades de escolha;
  • ambientes normalmente mais organizados e agradáveis;
  • opções de lazer e entretenimento;
  • produtos e serviços pouco encontrados em feiras diurnas.

E como participar de uma feira noturna em sua cidade?

Assim como as feiras diurnas, as realizadas no período da noite também são autorizadas pelas prefeituras ou por organizações específicas, como condomínios, juntas comerciais, cooperativas etc. Logo, é preciso se informar diretamente com esses órgãos e conferir os requisitos para montar sua barraca e começar a participar dos eventos.

Em resumo, essas são algumas dicas e informações úteis sobre as feiras noturnas no Brasil, que, muito além de uma tendência, têm se tornado uma alternativa muito rentável e conveniente tanto para os comerciantes quanto para os consumidores.

Se você já é feirante e quer ampliar suas oportunidades no bairro ou região, por que não participar desses eventos ou, se preciso, incentivar a criação dessa modalidade em sua cidade? Fica a dica!

Gostou? Já conhece, trabalha ou gostaria de participar de uma feira noturna em sua região? Então, compartilhe este post em suas redes sociais e fortaleça essa ideia para que, cada vez mais, novas opções surjam em todas as cidades.

Powered by Rock Convert