Cadastre-se e receba novidades  
Selecione o assunto de seu interesse:
Enviando sua inscrição  
Loading...
Barracas de Feira

(X) técnicas de persuasão para usar na feira e vender mais!

técnicas de persuasão

Hoje em dia, o mercado tem exigido muita criatividade para manter as marcas em evidência e conquistar a atenção do público consumidor. As técnicas de persuasão são uma parte muito importante desse processo todo, afinal, só aqueles que dominam essa arte conseguem atrair e ganhar um sim do cliente na hora de fechar uma venda.

As artimanhas das atividades ligadas à venda estão se tornando mais sofisticadas, sempre desafiando os vendedores a mergulharem mais fundo no perfil dos clientes. Já não é muito simples agradar as pessoas nessa era de abundância de ofertas e compradores cada dia mais exigentes.

Para ajudar você a caminhar com mais segurança por esse universo, preparamos um post com 5 dicas que podem ser muito úteis no seu dia a dia. Acompanhe e saiba mais!

1. Escassez

Ao examinar um produto do seu interesse em alguma loja, certamente, você já ouviu de muitos vendedores a clássica frase “aproveite porque essa é a última peça do estoque”! Às vezes, é verdade, mas quase sempre isso não passa de uma estratégia para despertar o gatilho da escassez na sua mente, afinal, não há como ter certeza de que a peça é única, de fato.

Mas, diante disso, você passa automaticamente a entender que aquele tão cobiçado produto está acabando: todos já compraram e você está correndo o risco de ficar sem se não levá-lo naquele exato momento. Não é à toa que esse artifício é muito usado como forma de persuasão.

Quando você faz a sua argumentação para convencer o cliente, deve enfatizar que aquela peça é muito procurada, além de ressaltar suas qualidades, sugerindo fortemente ao seu interlocutor que ele não deveria perder essa oportunidade.

Juntamente com a fala da persuasão, é interessante agregar algum outro tipo de estímulo. Na feira, por exemplo, se você tem no estoque algum produto que precisa ser comercializado com urgência, deixe claramente à mostra um brinde ou as condições especiais para os dez primeiros clientes que quiserem adquiri-lo.

Perceba que, além de ofertar algo mais e acrescentar um valor à sua proposta, você estará estimulando o consumidor a decidir rapidamente, já que o bônus tem prazo determinado para acabar.

2. Urgência

A urgência anda de braços dados com a escassez e está completamente atrelada ao tempo. Nessa tática, é preciso despertar a pressa para adquirir o produto ou serviço, fixando prazos para o término da oferta.

Quando o cliente se der conta dessa “urgência”, você já acionou um comportamento impulsivo nele. Ao saber que o estoque, o valor ou prazo está com os dias ou as horas contadas, ele não terá muita escolha: tomará uma decisão rápida, antes que o produto acabe.

Qualquer semelhança com a Black Friday não é mera coincidência. Nessa época, as pessoas se deixam guiar pela sensação de tempo curto para conseguir algo que estão esperando há meses. Nessa data, a chance de comprar por um preço amigo aumenta muito — pelo menos, essa é a expetativa da maioria dos consumidores de plantão.

Mas preste muita atenção nos detalhes dessas técnicas! Elas são muito úteis e válidas quando o seu produto realmente estiver dentro dessas condições de urgência e escassez. É importante não perder isso de vista, do contrário, a sua marca pode perder a credibilidade.

Seja sempre honesto, transparente e claro ao declarar o prazo e a limitação de preços, afinal, eventualmente, em um dado momento, algum produto da sua barraca realmente estará dentro das situações de urgência e escassez. Nesse caso, é inteligente da sua parte fazer uma campanha com essas características, para facilitar a liquidação do produto.

Ao saber conquistar o cliente, você o atrai com empatia e desperta a sua confiança. Assim, ele tende a se empenhar para comprar o que precisa ou retornar em outra ocasião mais favorável para ele.

ebook-feirantePowered by Rock Convert

3. Autoridade

Nessa estratégia, o cliente precisa perceber que você domina totalmente o assunto com o qual está lidando. Isso identifica a sua empresa como referência no mercado em que você atua.

Para tanto, é indispensável conhecer profundamente a mercadoria que oferece, e, para que isso fique evidente, não há outro caminho senão estudar o assunto, e, sempre que for oportuno, demonstrar todo o seu conhecimento, nos mínimos detalhes.

Dentro do universo das táticas de persuasão, o conhecimento aprofundado sobre o negócio que está sendo comercializado assume um caráter de idoneidade, e isso desperta certa segurança nas pessoas em adquirir o que você vende.

Quando o representante de um negócio ou produto transmite autoridade no tema relativo ao que está à venda, o vínculo de confiança pode ser estabelecido e se tornar duradouro.

Para complementar a sua expertise, você pode até oferecer materiais informativos sobre o produto ou serviço. É uma forma de agregar mais valor ao seu conhecimento e ao que você vende, além de servir como prova do seu entendimento a respeito do tema.

Mesmo trabalhando em feiras — onde muitos comerciantes ainda usam métodos tradicionais de vendas — é totalmente viável usar estratégias de marketing digital e solicitar aos clientes que comentem nas suas publicações nas redes sociais ou que relatem a experiência que tiveram com a aquisição do seu produto.

Essas ações, certamente, influenciam muito na hora de sustentar o seu discurso de persuasão, juntamente a outras formas de ganhar a confiança da clientela. Além disso, convenhamos, nada convence melhor do que a opinião positiva de outro cliente.

4. Prova social

E por falar em opinião alheia, temos visto cada vez mais a aprovação social sendo utilizada como ferramenta para convencer mais pessoas a adquirir determinado produto ou serviço. Esse é um instrumento poderosíssimo quando usado de maneira transparente e, na prática, é muito simples.

Muitas das nossas decisões de compra são feitas pelo subconsciente. Quando isso acontece, acabamos não analisando as coisas de forma crítica: não avaliamos o produto ou serviço profundamente e compramos movidos pela prova social do “ele funciona”.

Estamos sempre olhando para o próximo como para espelhos, ou seja, nos vemos nos outros em suas opções, suas ações e preferências. Sendo assim, apresente o seu cliente manifestando satisfação ao consumir o seu produto. Mostre essas pessoas dando seu depoimento e alimente uma rede social forte, com uma barraca de feira cheia de diferenciais.

5. Vínculo emocional

Feiras são locais de comércio onde as pessoas ainda mantêm um trato muito amigável e descontraído ao longo do processo de negociação. Então, é fundamental desenvolver a boa e velha empatia — que é útil não apenas nos negócios, mas na vida, em todas as suas instâncias.

Pesquise e detecte os desejos e as dores do seu público de interesse e, assim, desenvolva um vínculo emocional por meio de suas necessidades e intenções. É isso que vai afetar diretamente o resultado das vendas na barraca.

Seja simpático, afável e se coloque no lugar de quem está analisando os seus produtos para decidir se levará ou não. Se imagine no lugar do cliente. O tratamento cordial é visto como a fonte principal das técnicas de persuasão, afinal, as pessoas precisam sentir sintonia com o vendedor para que possam aceitar suas ofertas e ideias.

Contudo, é sempre bom lembrar que todas as técnicas de persuasão descritas acima não podem ser abusivas. Elas funcionam bem quando são empregadas honestamente e dentro de um contexto. A ideia primordial é melhorar a comunicação, tornando-a mais clara, fácil e direcionada a um propósito adequado para que você possa vender cada vez mais e melhor na feira.

Quer incrementar ainda mais o seu espaço para receber os seus clientes? Então, conheça os principais tipos de lona para cobertura de barracas!

Powered by Rock Convert