+55 (11) 2139-2888 [email protected] Voltar para a página inicial
ACESSAR LOJA
+55 (11) 2139-2888 [email protected]
×

Confira 4 tipos de tanque para piscicultura e as diferenças entre eles

Modificado em: maio 31, 2023

Com o aumento das atividades de criação de peixes no Brasil, a procura por diferentes modelos de tanque para piscicultura também vem crescendo bastante. Contudo, escolher o tipo ideal pode ser uma tarefa complicada para os iniciantes na piscicultura; afinal, existem diversos produtos disponíveis no mercado.

Primeiramente, você precisa entender a diferença entre tanque e viveiro, para fazer a escolha certa. Os viveiros reproduzem as condições de habitat dos peixes e são abastecidos por meio de barragens ou sistema de derivação.

Os tanques se parecem com os viveiros, mas possuem tamanho menor, são revestidos com alvenaria e abastecidos apenas por derivação. Continue acompanhando este conteúdo para conhecer mais tipos de tanques!

Confira as vantagens de investir na piscicultura no Brasil

Como dissemos inicialmente, a atividade vem crescendo bastante no país. Contudo, a demanda ainda não é totalmente suprida pela produção interna. Além disso, a piscicultura costuma exigir poucos investimentos iniciais. Assim, esses fatores contribuem para um cenário bem promissor na área.

Caso você pretenda começar a criar peixes voltados para o setor alimentício, os ganhos serão ainda maiores. De acordo com o Anuário 202 da Peixe BR, a produção aumentou cerca de 31% nos últimos 6 anos. Ainda, segundo o The State of World Fisheries and Aquaculture, Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO), o setor crescerá ainda mais nas próximas décadas.

Nesse contexto, vale destacar as maiores vantagens de entrar no ramo da piscicultura no Brasil, que são:

  • utiliza pouca mão de obra;
  • tem produtividade elevada;
  • possui mercado consumidor crescente;
  • não causa grandes impactos ambientais;
  • mostra-se uma área promissora para suprir a demanda alimentar.

Conheça os 4 principais tipos de tanque para piscicultura

Escolher um tanque para piscicultura envolve analisar os diferentes modelos disponíveis no mercado atualmente. Confira, a seguir, quais são eles!

1. Tanque de terra

Esse modelo é o que mais se aproxima das condições naturais em que os peixes vivem. A recomendação é que ele seja construído diretamente no solo, pois, assim, o manejo e a limpeza ficam mais fáceis. Pode ser encontrado nos formatos retangulares, quadrados ou circulares. Normalmente esses tanques são revestidos com uma membrana de PVC.

Vale destacar que algumas espécies se adaptam melhor aos tanques circulares. Isso porque esse formato reproduz mais fielmente o movimento das águas que acontece no ambiente natural. Além disso, também são chamados de tanques infinitos; as espécies se agregam em cardumes e nadam em círculos, nunca encontrando o final do tanque.

2. Tanque de alvenaria

Outro tipo de tanque para piscicultura é o de alvenaria, normalmente utilizado em cultivos com alta densidade e renovação de água. Os materiais mais usados aqui são concreto, cimento e argamassa armada. Alguns modelos apresentam fundo terroso, com apenas as paredes revestidas. Esse modelo contribui para uma manutenção mais fácil, se comparado ao tanque de terra.

3. Tanque de lona de PVC

Para aqueles que buscam o máximo de facilidade na despesca, os modelos de lona de PVC são ideais. Por serem mais práticos, o processo de higienização fica mais simples, contribui para a economia de água, e a segurança na produção aumenta, devido ao seu revestimento de PVC.

Isso acontece porque, devido ao seu material, há a possibilidade de aeração — incorporação do oxigênio na água, que elimina o acúmulo de gases tóxicos. As espécies como pacu e tilápia são as que melhor se adaptam a esse tipo de tanque.

4. Tanque-rede

Para proteger as espécies de ataques de predadores, os modelos de tanque para piscicultura em rede são os mais adequados. Os tipos fabricados em telas de arames não deixam possíveis predadores se aproximarem e evitam a fuga dos peixes cultivados internamente.

Além disso, esse modelo facilita o manejo dos animais, já que permite a melhor observação dos peixes. Com isso, o produtor pode identificar eventuais doenças e começar o tratamento com antecedência. Outra vantagem desse modelo é que ele evita que os peixes se machuquem em momentos de estresse.

Descubra como escolher o tanque ideal para a criação de peixes

Além de analisar itens como proteção, limpeza e praticidade do manejo, existem outros fatores que devem ser considerados na escolha do tanque para a piscicultura ideal. Alguns deles são a fonte de água, o volume e a qualidade do sistema de cultivo. Esses requisitos precisam ser avaliados antes de selecionar o formato e a profundidade do tanque.

Entre os formatos existentes, o tanque circular é o mais indicado para a criação de espécies como bagre, lambari, matrinxã, panga, pirarucu, tilápia e truta. Esse modelo permite a implementação de um sistema alimentar intensivo. Sua alta renovação e estocagem de água também são fatores que contribuem para a criação dessas espécies. Os de formato retangular e quadrado favorecem peixes com pouca renovação de água.

No caso da profundidade, a recomendação é que os tanques tenham entre 0,8 m e 4 m de profundidade. Essa variação ocorre de acordo com as espécies cultivadas; enquanto umas precisam de mais espaço por serem maiores, outras conseguem desenvolver-se em ambientes menores.

Veja a importância de realizar o manejo dos peixes adequadamente

Para escolher o tanque para piscicultura a ser utilizado, você também deve considerar outra questão muito importante: o tipo de manejo adotado.

Cada espécie criada requer um tipo de manejo diferente. Por isso, é essencial avaliar todos os casos. Veja os itens que devem ser avaliados de acordo com o tipo de manejo a ser utilizado:

Essas foram nossas dicas de como escolher o tanque para piscicultura ideal de acordo com os principais modelos existentes. Outro ponto que você não deve negligenciar é a análise da reputação da empresa que venderá o produto.

Para não errar na escolha, prefira sempre as marcas que oferecem produtos de alta qualidade, que respeitam o cumprimento dos prazos, possuem cuidados na produção, estão em aprimoramento e desenvolvimento constantes de novos produtos e contam com, pelo menos, a certificação ISO 9001.

Gostou deste conteúdo que trouxemos neste post? Então, confira os modelos de tanque-rede e tanque circular da Sansuy e escolha já o seu!

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

icon_newsletter

Selecione o assunto do seu interesse

    Banner Tanque Circular

    Materiais Gratuitos