Voltar para a página inicial

Extensão rural: saiba a importância da atividade para o agronegócio e a aquicultura

Modificado em: maio 31, 2023

Você já ouviu falar da extensão rural? O conhecimento é indispensável para quem pratica a agricultura e a aquicultura. Trata-se de uma forma para desenvolver um trabalho adequado, para elevar a produtividade e a qualidade dos produtos.

Nesse contexto, a extensão rural é uma iniciativa extremamente importante e que tem a finalidade de disseminar o conhecimento no campo. Com isso, auxilia produtores a melhorar em aspectos técnicos, econômicos e sociais, para impulsionar os resultados.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste post, vamos apresentar tudo para entender mais sobre essa iniciativa! Continue a leitura e saiba o que é a extensão rural e como esse processo auxilia produtores da agricultura e aquicultura!

O que é extensão rural?

A extensão rural é um processo cooperativo não formal com o objetivo de levar conhecimentos e técnicas às famílias do campo. Esses ensinamentos têm como base temas da agricultura, aquicultura, pecuária, economia doméstica e outros assuntos.

Nesse sentido, as primeiras ações de extensão rural surgiram e foram institucionalizadas em 1948. Em 2010, foi criada a Lei 12.188, que institui a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural para a Agricultura Familiar.

Sendo assim, a extensão rural contribui para que os produtores desenvolvam um trabalho com base em padrões técnicos, modificando hábitos. Dessa forma, é possível melhorar em todos os sentidos, especialmente na qualidade e na produtividade.

Diante disso, trata-se de uma iniciativa educacional e que atua em caráter coletivo, ou seja, transmite o conhecimento para um grupo de pessoas. Além disso, a extensão também aborda assuntos e tecnologias, indispensáveis no trabalho rural.

Para acontecer na prática, a extensão rural utiliza diferentes abordagens, por exemplo:

  • visitas técnicas;
  • atividades coletivas de capacitação;
  • palestras sobre diversos temas, como o crédito rural e outros;
  • excursões;
  • demonstração de métodos;
  • atividades de preservação do meio ambiente;
  • oficinas e cursos;
  • reuniões e outras atividades.

Portanto, a extensão rural busca o desenvolvimento das famílias e dos cultivos, com base em ensinamentos de ponta, praticados em grandes culturas. Trata-se de um trabalho nobre, com uma responsabilidade relevante para auxiliar no crescimento econômico.

Para que essa iniciativa serve?

A extensão rural acontece por meio de um planejamento específico para cada região, considerando dados previamente coletados pelos técnicos. Assim, são estabelecidas as melhores práticas para transmitir o conhecimento para determinada população.

Nesse contexto, a iniciativa serve para levar o conhecimento técnico, social e econômico para famílias que trabalham no campo. Os assuntos são relacionados às áreas de tecnologia, agricultura, pecuária, aquicultura e diversos outros.

O interesse pela extensão rural não é comercial, ou seja, os extensionistas e técnicos trabalham com o único foco em transmitir novos conhecimentos. Por isso, a iniciativa é sempre bem aceita pelas pessoas, que se interessam em participar das atividades.

Qual é a importância da extensão rural?

A agricultura e a aquicultura familiar são atividades muito comuns em inúmeras regiões do Brasil e responsáveis por manter a renda das pessoas. No entanto, a falta de conhecimentos técnicos e econômicos é um desafio que sempre compromete o crescimento.

Nesse sentido, a extensão rural é um processo de educação que tem a finalidade de transmitir o conhecimento de uma forma abrangente. Com isso, é possível ajudar as famílias a se sobressaírem aos desafios e potencializarem os resultados.

Portanto, é uma iniciativa extremamente importante, pois auxilia a melhorar as técnicas de cultivo, no conhecimento de tecnologias, na preservação do meio ambiente e na gestão econômica, que favorecem a produtividade, qualidade e aumentam a renda.

Quem está apto a exercer essa atividade?

As atividades da extensão rural são conduzidas por equipes técnicas e multidisciplinares, ou seja, compostas por diferentes formações. As mais comuns são a medicina veterinária, engenharia agronômica, ciências sociais, engenharia de pesca e outras.

Sendo assim, os profissionais são chamados de extensionistas e realizam todo o planejamento de acordo com as regiões. Eles se deslocam até o município para começar as atividades para desenvolver o conhecimento e transmitir às famílias.

É uma abordagem que acontece como um evento e conta com o envolvimento coletivo, a partir de um cronograma previamente estabelecido. Assim, os técnicos conduzem as atividades para auxiliar as famílias em cada tipo de cultivo realizado.

Por isso, os extensionistas são técnicos formados e capacitados, com experiência pessoal em diversas áreas da agronomia, aquicultura e pecuária. Portanto, estão aptos a auxiliar e implementar técnicas específicas e potencializar os resultados.

Qual é o papel do extensionista rural?

O extensionista rural tem um papel abrangente no programa, pois inicialmente conhece a realidade dos produtores. A partir desses dados, identifica o que pode ser aprimorado para direcionar os temas das atividades que serão realizadas.

Dessa forma, a responsabilidade é orientar e auxiliar os pequenos produtores a melhorarem pontos específicos do trabalho, sobretudo, em relação a questões sociais, ambientais e economia familiar, considerados os desafios intensos para muitas famílias.

Nessa perspectiva, os extensionistas colaboram para o desenvolvimento de uma região, para elevar a produtividade e a economia local. Assim, favorecem o aumento das produções, da qualidade e da geração de renda dos pequenos produtores.

Além disso, o papel do extensionista entende-se para promover a segurança alimentar e a importância de produzir de forma segura. Trata-se de um assunto relevante e que tem influência direta na saúde pública, visto que os produtos são comercializados.

Com o apoio da equipe da extensão rural, os produtores têm a oportunidade de conhecer técnicas e bons procedimentos que não eram praticados e, consequentemente, a possibilidade de atuar de forma mais precisa e melhorar em todos os sentidos.

Portanto, o extensionista tem um papel nobre e que faz toda a diferença para o pequeno produtor e a sociedade. Pois melhora a performance e cria oportunidades para que as famílias cresçam e tenham maior qualidade de vida.

Como você pôde notar, a extensão rural é uma iniciativa essencial para transmitir o conhecimento técnico no campo. É uma forma que, há mais de 50 anos, contribui para melhorar o trabalho e a geração de renda dos agricultores e aquicultores.

Gostou do post? Agora que você entendeu o que é a extensão rural e sua importância, não deixe de continuar aperfeiçoando seus conhecimentos! Confira nossa página e continue lendo conteúdos e novidades incríveis!

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

Selecione o assunto do seu interesse

    Banner Tanque Circular

    Materiais Gratuitos