+55 (11) 2139-2888 [email protected] Voltar para a página inicial
ACESSAR LOJA
+55 (11) 2139-2888 [email protected]
×

Mecânica de caminhão: veja dicas e curiosidades sobre o assunto!

Modificado em: junho 6, 2024

O caminhão é o seu instrumento de trabalho, sendo o veículo que dá o seu sustento e a principal ou única fonte de renda para alguns motoristas. Por isso, entender melhor sobre as curiosidades da mecânica é imprescindível para evitar sérios transtornos e prejuízos.

Em outras palavras, conhecer todas as particularidades da mecânica do seu caminhão contribui para aperfeiçoar os cuidados preventivos. Assim, você preserva o motor e outras artes, eliminando riscos que podem interromper o trabalho, além de pesar no seu bolso.

Neste post, você vai aprender alguns truques e curiosidades da mecânica de caminhão. Eles serão muito úteis para que você dirija menos preocupado com o que pode acontecer com o seu pesado companheiro de asfalto. Continue a leitura e confira!

A importância de entender a mecânica do caminhão

O caminhão é um veículo de exerce atividades importantes e contínuas, responsáveis por movimentar grande parte da economia nacional. Trata-se de um trabalho que exige grande esforço, por isso, os motoristas profissionais devem ter atenção redobrada para evitar problemas.

Exemplo disso é a constante realidade de lidar com cargas pesadas e estradas precárias, passando por situações que colocam a integridade física dele à prova. Para que o veículo não fique parado, ou seja, apreendido em alguma fiscalização — é importante que você entenda pelo menos o básico sobre a mecânica de caminhão.

Sendo assim, o descuido com a parte mecânica pode ocasionar, inclusive, acidentes graves, colocando a vida do motorista e a dos outros condutores que trafegam pela mesma estrada em risco — algo que pode e deve ser evitado por todo motorista.

Nesse contexto, compreender assuntos básicos e curiosidades da mecânica de caminhão é uma necessidade para garantir um trabalho eficiente. Portanto, é algo que não deve ser ignorado e que faz toda a diferença para proporcionar tranquilidade.

Dicas para cuidar da mecânica do seu caminhão

Se você deseja evitar gastos com manutenções corretivas, ou seja, aquela que ocorre após o veículo quebrar, a melhor forma é investir na prevenção. Ao monitorar o seu caminhão e manter uma rotina de cuidados, é possível evitar uma série de problemas.

Para ajudar, veja algumas dicas relevantes para cuidar da parte mecânica do seu caminhão!

Trate bem o coração do caminhão

O termo mecânica vem da palavra latim “mechanica”, que significa a arte de construir uma máquina. É um dos principais braços da física e estuda o movimento e o repouso dos corpos.

Na prática, envolve tudo o que faz o seu veículo rodar pelas vias do nosso país. Motor, suspensão, freios, pneus, barra de direção e tanque de combustível: está tudo interligado, e todos os itens precisam estar em dia para você não ficar na mão.

O motor é a principal peça de um veículo, funcionando como se fosse o seu coração. É ele que precisa receber mais atenção quando falamos de cuidados mecânicos.

Uma das ocorrências mais comuns pelas estradas, que faz com que os motoristas percam tempo e dinheiro, são as falhas atribuídas à falta de manutenção do motor — se ele apresenta algum defeito grave, não tem jeito de seguir viagem.

Por isso, é fundamental dar aquele trato no motor antes de colocar o caminhão para rodar. Quando for trocar o óleo, verifique a coloração e a viscosidade do lubrificante retirado.

Diversas peças do motor têm ímãs que, se tiverem um atrito desproporcional entre si, deixam um resíduo metálico no óleo. Se isso ocorrer, é bom investigar, pois algo está errado e pode causar outro problema mais grave.

Outro sinal de que o motor pode estar em risco é a cor da fumaça que sai pelo escape. O ideal é que ela seja branca ou cinza. Se estiver preta, há três problemas mais comuns que podem estar acontecendo: condição térmica anormal, catalisador com defeito ou excesso de entrada de óleo no motor.

Economize combustível

A economia de combustível está diretamente ligada às ações do motorista para uma direção menos agressiva e também à boa conservação do veículo. Um caminhão que está com o motor impecável, com os freios em dia e a suspensão bem alinhada consome muito menos diesel do que outro sem manutenção.

Planejar rotas também contribui muito para reduzir o consumo de diesel, traçando os melhores caminhos para que o veículo rode mais tranquilamente, sem tanto esforço. Ao volante, procure não forçar o motor sem necessidade e tenha uma condução mais suave. Além de economizar combustível, isso vai diminuir o desgaste de outras peças.

Reduza o desgaste dos pneus

Realize periodicamente o alinhamento e o balanceamento das rodas do caminhão. Um veículo desalinhado gasta muito mais os pneus e de forma irregular, diminuindo a vida útil deles – procure dirigir com cautela e mais suavemente.

Isso já foi falado antes, mas é muito importante para minimizar o desgaste de diversos itens em um veículo. Além de economizar os pneus e o combustível, a direção tranquila contribui para um menor desgaste da suspensão e dos freios.

Fique de olho no manual do fabricante

O manual do fabricante fornece informações importantes elaboradas por especialistas, sobre quais os melhores cuidados para ter com o veículo. Trata-se de um grande aliado para orientar as revisões, melhores produtos para utilizar e outros dados para preservar a mecânica.

Dessa forma, sempre utilize o manual e realize os cuidados e manutenções de acordo com o que está especificado. Tanto na periodicidade correta, na qualidade das peças e fluidos, proibições e outras determinações que são importantes para preservar o motor.

Fique atento aos prazos

Os prazos para troca de peças e substituição de fluidos devem ser seguidos com rigor, pois a falta desse cuidado é um dos principais motivadores de problemas graves. Trafegar com itens fora do prazo de validade é um risco sério e pode comprometer outras peças.

Sendo assim, fique atento aos prazos para substituição dos seguintes itens:

  • óleo de motor;
  • líquido do arrefecimento;
  • filtros;
  • freios;
  • suspensão;
  • pneus:
  • limpadores;
  • lâmpadas.

Monitore os sinais do motor

O motor sempre apresenta sinais quando algum problema está acontecendo na parte mecânica, hidráulica ou elétrica. Normalmente, são pequenos ruídos, vazamentos e outros sinais que demonstram de forma sutil de que existem possíveis irregularidades que devem ser investigadas.

Dessa forma, antes de iniciar o dia de trabalho ligue o caminhão e monitore o seu funcionamento, avalie o painel e ouça os sinais sonoros. Ao notar qualquer anormalidade, procure um especialista imediatamente para evitar que o problema evolua para algo mais sério.

Veja algumas curiosidades sobre a mecânica de caminhões

Muitas coisas que ouvimos são difíceis de acreditar, e por vezes, acreditamos em informações que não são verdadeiras. Selecionamos algumas curiosidades sobre a mecânica de caminhão que são importantes para o seu dia a dia. Confira!

Utilidade da válvula termostática

A válvula termostática sempre foi alvo de dúvidas de muitos motoristas, principalmente sobre as funções que desempenha no motor. No entanto, a válvula ajuda a regular o fluxo do sistema de arrefecimento, portanto, ela é responsável por manter a temperatura ideal no motor, evitando diversas complicações.

Aditivo no radiador

Os aditivos são importantes para aumentar a vida útil das peças e evitar desgastes precoces que sempre causam prejuízos. Dessa forma, é um aliado para evitar as corrosões e ferrugens nas peças do caminhão e deve ser considerado para garantir o bom funcionamento.

Aplicação de óleo no chassi

Muitos profissionais utilizam óleo no chassi para preservar e evitar corrosões, no entanto, é algo que não oferece resultados. Ao contrário disso, o óleo resseca as mangueiras, favorece o acúmulo de sujeiras e causam transtornos com o tempo, portanto, o indicado é manter o veículo sempre limpo e usar produtos neutros.

Freio motor

Uma dúvida recorrente entre os motoristas de caminhão é se o uso do freio motor é vantajoso ou não. Tem gente que diz que ele pode superaquecer o motor, entre outras inverdades.

O certo é que o freio motor é um grande aliado, especialmente em descidas íngremes e longas. Ele evita o desgaste acentuado dos tambores do freio e também ajuda a conservar as lonas.

Algumas pessoas acreditam que o freio motor aumenta o consumo de combustível, mas o que acontece é justamente o contrário. Durante o uso desse sistema, o motor funciona sem a queima de diesel por conta da contenção instantânea da injeção de combustível.

Ponto morto em descidas

Outra dúvida persistente: devo usar o ponto morto em descidas para economizar combustível? Não. A prática de colocar a transmissão em ponto morto para economizar diesel em declives não só é errada como perigosa.

Em vez de reduzir o consumo de diesel, ela aumenta esse gasto. Quando o caminhão está na “banguela”, a injeção eletrônica considera que o motor está em marcha reduzida e joga ainda mais combustível.

Além disso, o ponto morto coloca em risco a segurança do motorista. O caminhão está desengatado nesse modo e o freio fica sobrecarregado se for acionado bruscamente. Assim, sua efetividade estará comprometida, aumentando as chances de um acidente.

Calibragem com pneus frios

Isso é uma verdade. O ar se expande com o calor, e quando você calibra os pneus ainda frios, o ar dentro deles também está frio e a pressão colocada ficará estável. Se você calibrar os pneus quando estiverem quentes, o ar vai esfriar depois e a pressão vai diminuir.

A periodicidade correta para as manutenções preventivas

As manutenções preventivas são substanciais para a durabilidade e bom funcionamento do seu veículo. Por isso, lembre-se sempre de realizá-las antes de colocar o seu caminhão na estrada — Procure um serviço especializado ou um mecânico de confiança.

Nesse sentido, a periodicidade é um fator extremamente importante para garantir que o caminhão esteja sempre pronto para encarar a rotina de trabalho. Portanto, é importante realizar uma manutenção preventiva completa a cada 10 mil quilômetros rodados, ou de acordo com a determinação do manual do fabricante.

Assim, você não terá prejuízos ao parar no meio do caminho ou ter o veículo apreendido em uma fiscalização por conta de equipamentos fora dos padrões. Ou seja, a sua viagem será muito mais tranquila, seja em distâncias curtas ou mais longas.

Como você percebeu, são muitas as particularidades e curiosidades da mecânica de caminhão e o motorista profissional deve estar sempre atento. Afinal, desenvolver um trabalho eficiente, pontual e livre de problemas é extremamente importante para ter ótimos resultados.

Gostou do post? Agora que está bem informado sobre as melhores dicas e curiosidades da mecânica de caminhão, curta nossa página no Facebook! Aproveite e se mantenha atualizado sobre diversos assuntos importantes para sua profissão!

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

icon_newsletter

Selecione o assunto do seu interesse

    vinilona_cinza_20_2_1

    Materiais Gratuitos