+55 (11) 2139-2888 [email protected] Voltar para a página inicial
ACESSAR LOJA
+55 (11) 2139-2888 [email protected]
×

Quais são e como proceder às condições adversas de trânsito?

Modificado em: junho 6, 2024

As condições adversas de tempo ou clima oferecem riscos intensos para o trânsito. São aquelas que podem colocar tanto o condutor de um veículo quanto as pessoas ao redor em risco — pois aumentam as chances potenciais de um acidente acontecer.

Entre elas, destacam-se a iluminação, as condições do tempo, das vias e do trânsito, além, é claro, do próprio automóvel e de quem o está dirigindo. Por isso, são fatores que exigem atenção especial e uma condução defensiva para promover um trânsito seguro.

Se você deseja saber como evitar que situações de risco ocorram no trânsito, está no lugar certo! Continue a leitura deste post e saiba quais as condições adversas de tempo ou clima, os riscos que oferecem e dicas de direção defensiva para dirigir com toda segurança!

Principais condições adversas de tempo ou clima

Independentemente da região, todo condutor passa por situações adversas de tempo ou clima ao longo da vida. São momentos delicados e qualquer decisão ou ação imprudente, pode provocar acidentes graves, com prejuízos muitas vezes irreversíveis.

Veja a seguir, quais as principais condições adversas de tempo ou clima e como evitá-las!

Fatores relacionados à iluminação

A iluminação é essencial para a realização de qualquer atividade e, na direção, isso não é diferente. Confira como o excesso e a falta de luz podem ser condições adversas de trânsito e muitas vezes dificultar a visão por alguns segundos e elevar o risco de acidentes.

Excesso de claridade

Em alguns momentos do dia, como o nascer e, especialmente, o pôr do sol, o excesso de claridade pode ofuscar os motoristas. Dessa forma, acaba comprometendo a visibilidade e aumentando consideravelmente os riscos de um acidente.

Nesses casos, o uso da pala de proteção, que todo carro tem e deve estar em condições de uso sempre. Além disso, os óculos escuros garantem a visualização da via sem problemas e ainda torna a condução mais agradável quando há excesso de luz.

À noite, o excesso de luz também pode ser prejudicial. Apesar de estar mais escuro, isso ocorre devido à forte iluminação proporcionada pelos faróis de outros veículos que transitam em sentido contrário. Para evitar esse tipo de problema, que geralmente ocorre quando o outro condutor dirige com luz alta, deve-se fazer duas coisas:

  • desviar o olhar brevemente para o lado (evitando, assim, a cegueira momentânea provocada pelo excesso de luz);
  • dar um sinal de luz para o outro motorista, para que ele perceba que está prejudicando a visão dos demais condutores.

Falta de claridade

Quando anoitece, o risco é justamente o de não enxergar a via. Para evitar passar por esse tipo de situação, o motorista deve assegurar que os faróis estão em boas condições. Além disso, sempre que possível, deve-se evitar cruzar por vias pouco iluminadas.

Manter as autoridades informadas a respeito de falta de iluminação nas ruas da cidade também ajuda a garantir a segurança de todos. Dessa forma, é possível que o problema seja corrigido e a correta iluminação seja instalada para evitar acidentes.

Condições adversas do tempo

As intempéries do tempo podem ser algumas das maiores inimigas dos motoristas, não é à toa que elas estão entre as principais condições adversas de trânsito. Sendo assim, as condições climáticas devem ser avaliadas sempre que precisar dirigir, principalmente em longas distâncias.

Confira os principais cuidados a serem tomados em cada situação!

Chuva

Quando em grande volume, a chuva é extremamente prejudicial, por dificultar a visão dos motoristas. Soma-se a isso o fato de que, nas cidades, mais pessoas precisam sair de casa com o seu veículo ou andar de táxi, e um verdadeiro caos rapidamente começa no trânsito.

Ainda assim, mesmo em pequenos volumes, a chuva pode trazer dificuldades na direção. Pelo fato de a pista ficar molhada — especialmente as vias de paralelepípedo —, os pneus dos carros deslizam mais, tornando o trânsito mais perigoso.

Rodar com atenção e garantir que os pneus estão em boas condições de uso é básico para evitar esse tipo de acidente. Afinal, os pneus são responsáveis pela aderência no solo e proporcionam a estabilidade necessária para evitar acidentes graves.

Granizo

O granizo é tão perigoso quanto a chuva, pois prejudica a visão do motorista e torna a pista mais escorregadia. Mas há um risco a mais: pedras muito grandes podem cair sobre o veículo, quebrar vidros, amassar a lataria e distrair o motorista. A consequência disso, é claro, é aumentar o potencial de acidentes.

Neblina

Em caso de neblina, a visão também é prejudicada. A dica é dirigir em velocidade lenta, manter os faróis baixos e ficar atento ao trânsito. Na estrada, se precisar parar, é obrigatório usar o acostamento e manter o pisca alerta ligado, para facilitar a visualização dos demais motoristas.

Fumaça

Os perigos da fumaça são semelhantes aos da neblina, com o adicional de que inalá-la pode ser prejudicial à saúde. A possível proximidade de um incêndio também deve deixar o motorista ainda mais alerta. A recomendação é de tentar se afastar da área com máximo cuidado e atenção ao trânsito.

Vento

Ventos muito fortes demandam uma série de cuidados e por mais que pareça uma situação inofensiva, tem potencial para provocar acidentes. Dependendo da velocidade que o veículo estiver, o vento pode desestabilizar a direção e elevar o risco.

Por isso, é importante adotar os seguintes cuidados:

  • em caso de ventos frontais, diminua a velocidade;
  • se os ventos forem transversais, abra as janelas do carro e mantenha a atenção ao trânsito;
  • evite movimentos bruscos, que possam provocar perda de estabilidade;
  • preste atenção a árvores e outros objetos que possam invadir a pista.

Fatores relacionados às vias

Conhecer as vias por onde se vai transitar é essencial para identificar os riscos e adotar medidas preventivas. Além disso, contribui para saber os melhores horários para trafegar e planejar a rota com toda segurança, evitando situações de risco intensas.

Veja nos próximos tópicos algumas dicas sobre o assunto!

Condições das estradas

Observar as condições das vias a serem percorridas — preferencialmente, antes mesmo de sair de casa — é o ideal para evitar problemas no trânsito. Acompanhar as notícias para verificar informações a respeito de bloqueios, obras e acidentes, entre outras, é uma dica para planejar o trajeto de forma segura.

O uso de aplicativos que ajudam os motoristas a evitar trechos bloqueados e com congestionamentos também é um apoio e tanto nessa hora. O Waze é o mais popular app do gênero.

Tempo para chegar ao destino

Estimar o tempo necessário para chegar ao destino também é uma boa dica de segurança. Se o motorista tem um compromisso em outro lugar, é necessário sair com tempo hábil para chegar com tranquilidade, evitando acelerar mais do que o permitido.

Para isso, é necessário levar em consideração mais do que a distância a ser percorrida, mas também as condições do trânsito na via. Além do Waze, apps como Google Maps podem ser bem úteis.

Condições do trânsito

O trânsito varia muito nas cidades, na zona rural e nas estradas e rodovias. Por esse motivo, é imprescindível ter atenção especial e avaliar todos os fatores relacionados ao fluxo do trânsito nos locais que precisa passar, até mesmo para evitar atrasos e imprevistos.

Veja algumas dicas de como dirigir em cada uma dessas áreas!

Vias urbanas

Rodar por vias urbanas pode ser uma experiência totalmente diferente para cada pessoa, pois fatores como horário, dia da semana e área da cidade em que se está andando de carro provocam variações grandes na quantidade de veículos.

Antes de sair, verifique se trata-se de um horário próximo à entrada ou saída de crianças das escolas e se há instituições de ensino nas redondezas, ou ainda se você está em uma zona comercial, onde muitas pessoas trabalham.

Outro fator que impacta o trânsito são os eventos esportivos e artísticos, que costumam reunir um grande número de pessoas em um mesmo local. A recomendação é de que se evite circular nesses horários, caso não haja necessidade.

Vias rurais

As vias rurais, especialmente para quem não está habituado, trazem alguns desafios extras. Sendo assim, também é importante dirigir com atenção e evitar excessos de velocidade, pois os riscos de colisões e acidentes podem ser elevados.

Portanto, observe os seguintes fatores:

  • estradas de chão batido;
  • desníveis na pista;
  • lama e poças d’água;
  • presença de carroças, maquinários agrícolas e animais, entre outros.

Estradas e rodovias

Nas estradas e rodovias, o grande cuidado deve ser com os limites de velocidade. Embora o trânsito costume ser mais tranquilo — por não haver pedestres e concentrações grandes de carros em poucos metros —, o fato de ser permitido dirigir mais rapidamente pode aumentar os riscos de acidentes.

Os motoristas devem ter atenção extra em períodos de férias e feriados prolongados, nos quais a quantidade de veículos nas estradas e rodovias costuma aumentar consideravelmente. Ultrapassagens, nessas condições, tornam-se mais arriscadas e devem ser evitadas.

Condições do veículo

Com tantas condições adversas no trânsito, não é necessário também tornar o veículo uma delas. Por isso, antes de sair, o ideal é que o motorista esteja certo a respeito do estado do seu automóvel, levando-o para revisões com frequência. Os principais pontos a serem verificados periodicamente são:

  • motor;
  • suspensão;
  • pneus;
  • sistema elétrico;
  • nível do óleo.

Além disso, o próprio motorista pode verificar questões como a quantidade de combustível disponível, as condições dos espelhos retrovisores e dos limpadores de para-brisa, lâmpadas queimadas e funcionamento da buzina.

Condições do condutor

Apesar de todos esses cuidados, de nada adiantará pensar a respeito deles se o condutor do veículo não estiver em plenas condições de dirigir. É indispensável que o motorista esteja tranquilo e em boas condições, tanto físicas quanto mentais.

Portanto, veja quais fatores é preciso ter atenção antes de dirigir!

Condições físicas

Entre as condições físicas que deveriam fazer qualquer pessoa pensar duas vezes antes de dirigir, estão o cansaço – que inclui desde uma simples fadiga ao sono, provocado por noites mal dormidas — dores ou doenças que dificultem a realização de movimentos e a concentração, lesões, fraturas e problemas de visão ou audição.

Além disso, o uso de medicações que afetem os reflexos ou a percepção de tempo e espaço, assim como o consumo de álcool, são dois outros fatores que trazem prejuízos nas condições físicas de qualquer pessoa e, por isso, inibem a capacidade de dirigir.

Condições mentais

Condições mentais como estresse, medo, preocupações, tristeza e, até mesmo, alegria em excesso, podem prejudicar o desempenho ao volante e trazer riscos. Trata-se de um ponto muito importante e que interfere diretamente na qualidade da direção e comportamento do motorista.

Em vista disso, procure dirigir com atenção e com a mente tranquila, para evitar situações e distrações que levam a acidentes. Caso você esteja passando por momentos tensos, o ideal é evitar pegar a direção e esperar quando estiver com a mente mais tranquila.

Dicas de direção defensiva

A direção defensiva é a melhor forma para evitar acidentes, mesmo se enfrentar condições adversas de tempo ou clima. Trata-se de uma atitude essencial para promover um trânsito seguro, reduzindo consideravelmente os índices de acidentes e mortes.

Nesse sentido, para quem já tirou sua carteira de habilitação há algum tempo, é sempre bom retomar os estudos, conferir o que diz o Código Brasileiro de Trânsito — e assim, colocar em prática a direção defensiva e contribuir para preservar o bem-estar.

Algumas dicas de direção defensiva são:

  • ligar os faróis nas rodovias;
  • fazer a manutenção periódica no veículo;
  • ter atenção ao estado de conservação dos pneus;
  • não consumir bebidas alcoólicas e dirigir;
  • não dirigir com sono;
  • reduzir a velocidade em curvas;
  • não ultrapassar em locais proibidos;
  • uso do farol baixo em caso de neblinas;
  • utilizar corretamente o cinto de segurança;
  • ao transportar crianças, usar as cadeirinhas apropriadas para cada idade;
  • dirigir em posição confortável;
  • evitar colocar objetos que atrapalhem a visão tanto no para-brisa quanto nos retrovisores;
  • planejar imprevistos;
  • manter a concentração na via;
  • não transportar animais soltos dentro do veículo;
  • dirigir sempre em uma velocidade permitida na via, entre outros.

Seja qual for a adversidade, é fundamental que os condutores estejam sempre cientes a respeito dos riscos e adotem a direção defensiva em todos os momentos. Seja para trafegar de carro, moto, caminhão ou qualquer outro veículo nas ruas e estradas do país.

Como você pode notar, as condições adversas de tempo ou clima são riscos significativos e devem ser considerados por todo motorista. Portanto, adote a direção defensiva para trafegar de acordo com as leis e retornar para sua família em segurança.

Gostou do conteúdo sobre condições adversas de tempo ou clima e quer continuar acompanhando as nossas novidades? Não perca a oportunidade e siga a Sansuy nas redes sociais, estamos no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e LinkedIn.

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

icon_newsletter

Selecione o assunto do seu interesse

    vinilona_cinza_20_2_1

    Materiais Gratuitos