Cadastre-se e receba novidades  
Selecione o assunto de seu interesse:
Enviando sua inscrição  
Loading...
Piscinas

Piscineiro: você sabe como calcular margem de lucro? Nós te explicamos!

como calcular margem de lucro

Para que uma empresa tenha sucesso e se desenvolva constantemente, não basta ter bons profissionais, um bom produto ou serviço e uma grande quantidade de clientes e vendas. Para que um negócio seja bem-sucedido é imprescindível que seus donos e gestores saibam como calcular a margem de lucro.

Afinal, se esse cálculo não é feito corretamente, pode-se achar que uma empresa está operando da forma correta quando, na verdade, é necessário realizar mudanças e reestruturações para que futuramente o negócio não se torne inviável. Além disso, esses cálculos permitem tanto análises contábeis quanto financeiras.

Continue a leitura deste artigo e saiba como calcular a margem de lucro, como analisá-la e a sua importância!

Do que se trata o conceito de margem de lucro?

O lucro bruto é a diferença entre o que foi faturado por meio de vendas, ou seja, as entradas, e os custos para a execução do trabalho — as saídas e despesas da empresa. Já a margem de lucro é um percentual que é obtido por meio da divisão entre lucro bruto e receita total.

Por exemplo, se uma escola obteve a receita total de R$ 15.000,00 e teve como despesas as contas a pagar, salários, seguros e demais despesas fixas que totalizaram R$ 7.500,00, qual foi seu lucro bruto e sua margem de lucro?

O lucro bruto e a margem de lucro são calculados da seguinte forma:

Lucro bruto = receitas totais despesas totais

Então, o lucro bruto da escola será dado pela seguinte diferença:

R$ 15.000,00 R$ 7.500,00, totalizando R$ 7.500,00

Margem bruta = (lucro bruto / receitas totais) * 100

Já a margem de lucro bruto será o resultado da divisão dos R$ 7.500,00 por R$ 15.000,00, totalizando 0,5. Esse valor decimal deve ser multiplicado por 100, para obtermos a porcentagem que representa a margem de lucro bruto calculada.

Dessa forma, o percentual que representa essa margem é 50%.

Quais são os outros tipos de cálculos relacionados ao lucro?

Não é apenas a margem de lucro bruto e o lucro bruto que fornecem informações valiosas ao negócio. É importante também realizar cálculos relacionados ao lucro líquido, ideal e operacional. Inclusive, não realizar essas outras análises é um grande erro cometido em muitas empresas.

Lucro e margem líquida

A diferença entre o lucro bruto e líquido é que além das despesas já descontadas no lucro bruto, também são descontados tributos e encargos, despesas com manutenção, contas como água, luz, telefone, internet e demais despesas administrativas.

Resumindo, no lucro líquido são descontadas todas as despesas e ele pode ser calculado da seguinte forma:

Lucro líquido = lucro bruto impostos tributos despesas fixas despesas variáveis

Dessa forma, a margem de lucro líquido é calculada:

Margem líquida = (lucro líquido / receita total) * 100

Ainda no exemplo da escola, o resultado das duas contas explicitadas acima indica o que realmente sobra da receita. Ou seja, se antes acreditava-se que o lucro era de R$ 7.500,00 ao subtrair impostos, tributos, despesas fixas e variáveis — que neste exemplo totalizaram R$ 750,00 — o lucro líquido será de R$ 6.750,00.

Sendo assim, a margem líquida será de 45%. Esse percentual indica que a cada R$ 100,00 o lucro obtido é R$ 45,00.

Lucro e margem operacional

Os cálculos referentes a esse tipo de lucro são feitos seguindo a mesma lógica apresentada nos anteriores e proporciona como análise o lucro e margem obtidos de forma exclusiva pela operação do negócio, empresa ou empreendimento. Essa análise considera apenas as despesas administrativas, comerciais e operacionais.

O lucro operacional é muito utilizado como informação para compor a Demonstração do Resultado do Exercício, mais conhecido como DRE.

Entretanto, é importante realizar as demais análises, pois esses cálculos não revelam a margem verdadeira, uma vez que mesmo que a margem operacional seja excelente, a empresa pode obter prejuízos no final, por diversos outros fatores.

Lucro e margem ideal

Os cálculos referentes a lucro e margem ideal também seguem a mesma lógica apresentada. Entretanto, esse valor deve ser definido por cada empresa, dependendo da sua área de atuação, dos serviços e produtos ofertados, dentre outros fatores.

Essas definições sinalizam o que é considerado ou não saudável para uma empresa e permite a comparação entre os lucros líquido, operacional e bruto, assim como com as margens, possibilitando identificar se o resultado obtido foi positivo ou não.

Por que é importante atentar para a margem de lucro?

Conforme demonstrado, a margem de lucro é um percentual e ele deve ser exposto ao empresário, investidores e bancos, uma vez que informa adequadamente a lucratividade do negócio, já que apenas o lucro em reais não demonstra se realmente o negócio está operando de uma forma positiva e rentável.

Por exemplo, a escola A teve um lucro de R$ 7.500,00 e uma receita total de R$ 15.000,00. Já a escola B também teve um lucro de R$ 7.500,00 mas sua receita total foi de R$ 35.000,00.

Apenas pela análise da receita poderia ser deduzido que a escola B está em melhores condições que a escola A, e apenas pela análise do lucro poderia ser considerado que ambas estão em uma mesma situação.

Porém, ao analisar a margem de lucro bruto, observa-se que a escola A tem margem de 50% e a B de 21,42%. Assim, observa-se que a escola A é um melhor investimento e está operando melhor que a escola B.

Portanto, por meio da margem de lucro, é possível saber se determinada empresa é um bom investimento, se é necessário reduzir as despesas ou até mesmo, se é preciso aumentar as receitas.

Quais fatores influenciam o lucro e o resultado do negócio?

O lucro e a margem são influenciados por diversos fatores como quantidade de vendas, custo dos bens e/ou serviços vendidos, despesas operacionais, administrativas e comerciais, impostos, tributos, amortizações, despesas fixas e variáveis.

Entretanto, além de compreender a importância da margem e os fatores que influenciam, é essencial saber como calcular a margem de lucro para que o negócio obtenha sucesso.

Por meio desses cálculos é possível identificar se o processo operacional necessita ser melhorado, quais despesas precisam ser reduzidas, assim como compreender demais informações referentes a cada negócio, como o impacto do caixa sobre a organização, se ela terá capital para realizar pagamentos e investimentos, possibilitando o crescimento e desenvolvimento constante.

Se você quer ficar por dentro de mais conteúdos como este e melhorar os processos de sua empresa, assine nossa newsletter e não perca nossas atualizações!