Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades

Piscinas

Qual o material necessário para a manutenção de uma piscina?

manutenção de uma piscina

Uma piscina num dia de calor é algo irrecusável. Poder reunir a família e amigos para se refrescar numa água límpida certamente torna o dia inesquecível — por isso é o sonho de aquisição de muita gente. Mas, para evitar qualquer tipo de aborrecimento, é fundamental ter material para manutenção de piscina sempre à disposição.

Afinal de contas, nada pior que chegar o dia de aproveitar a água e encontrá-la num tom esverdeado, com mau cheiro ou cheia de folhas e insetos boiando sobre a água. E sem os equipamentos certos, é bem provável que os seus clientes sejam até mesmo obrigados a esgotá-la para fazer um processo completo de limpeza.

Para melhor ajudar o seu consumidor final, conheça com mais detalhes quais itens são fundamentais para garantir a qualidade da água e a saúde das pessoas que utilizarão a piscina. Confira!

Bomba

O principal investimento na manutenção de uma piscina é uma bomba. Ela será a responsável por fazer circular a água e permitir o processo de filtragem contínua, eliminando a maioria da sujeira presente na água.

Ela é a responsável por fazer a água circular por ralos e pelo skimmer — o responsável por sugar a sujeira que fica na superfície. Toda essa água circulante passa pelo filtro, onde as impurezas ficarão alojadas.

Filtro

Equipamento fundamental para garantir a qualidade e limpeza da água da piscina, o filtro pode ser de areia ou de cartucho, com ambos cumprindo a mesma função. O de areia usa o granulado de sílica para reter as partículas sólidas existentes na água. Possui baixo custo de manutenção e alta durabilidade.

A limpeza deste tipo de filtro é feita no sistema de retrolavagem, ou seja, o sentido do bombeamento de água é invertido, o que faz as impurezas serem expelidas para fora, devendo ser descartadas diretamente na rede de esgoto.

Já o sistema de filtro em cartucho conta com componentes que podem ser trocados com o tempo, e que duram em média um ano, mas necessitam de limpeza frequente. Eles são mais simples tanto no sistema de implantação quanto de higienização, devendo ser lavados semanalmente para garantir a máxima eficácia.

Aspirador

Para remover aquela sujeira que se depositou no fundo da piscina, o ideal é o aspirador. Ele foi desenvolvido para sugar todas as partículas suspensas que vão se acumulando por conta do processo de decantação.

No mercado há vários modelos, tamanhos e sistemas, mas o mais indicado é o modelo com cerdas, já que a escova facilita o processo de limpeza e remoção das sujeiras mais incrustadas.

Estojo medição de PH e cloro

Além da limpeza da água, é necessário estar atento ao tratamento químico. Ele é fundamental para evitar a formação de microrganismos nocivos à saúde. O estojo de medição de PH é importante para controlar a quantidade de cloro utilizada na água.

Lembre-se de que, se houver excesso de cloro na água, ela pode causar irritações nos olhos, nariz e pele dos usuários, além de causar danos ao revestimento vinílicos da piscina. Já em quantidade insuficiente, o cloro não eliminará fungos, bactérias e demais agentes nocivos.

Os estojos de medição de PH contam com reagentes que informam níveis de cloro e PH da água, facilitando o controle e dosagem ideal para o uso por parte dos banhistas.

Cloro

O cloro tem um papel fundamental para manter a qualidade da água da piscina. Porém, como já citamos, em excesso, ele costuma ser nocivo aos banhistas e no revestimento vinílico, e em quantidade insuficiente, pode não conseguir cumprir seu papel.

Trata-se de um produto que tem a função primordial de eliminar microrganismos da água e que funciona como um ácido. O recomendado é que a aplicação seja frequente e controlada utilizando os estojos de PH.

Estojo de alcalinidade

Outra ferramenta fundamental para manter uma piscina em perfeitas condições de uso é o estojo de alcalinidade. Você pode perceber visualmente alterações quando a água fica turva, esverdeada ou opaca. Isso ocorre porque o nível de alcalinidade da água está muito baixo ou acima do normal.

Com o estojo, é possível medir os níveis de carbonatos e bicarbonatos, de íons hidróxidos, fosfatos, boratos, silicatos e amônia. Se os valores estiverem muito baixos, indica-se o uso de elevador de alcalinidade. Já se os valores estiverem muito altos, recomenda-se, num primeiro momento, aguardar — já que outros produtos, como o próprio cloro, podem reduzir os parâmetros. Caso isso não ocorra, use então produtos próprios.

Cabo telescópico

Braço direito na limpeza da piscina, o cabo telescópio tem diversas utilidades, já que ele serve para passar a peneira na piscina, aspirar o fundo, escovar pates laterais e fundo, entre outras funções. No mercado, há cabos de 3, 4, 5 e 6 metros, cabendo escolher aquele que melhor se encaixa às necessidades da piscina em questão.

Peneira

Uma boa peneira cata-folhas é outra ferramenta indispensável na manutenção de uma piscina. Com ela você pode remover diversos tipos de sujeira que ficam em suspensão na água, como folhas, insetos e outros detritos que podem cair na piscina.

Há vários modelos no mercado, mas procure aquele cuja trama não seja nem muito grossa, permitindo que a sujeira passe por ela, nem muito fina, que cria excesso de resistência da água no momento da limpeza.

Mangueira flutuante

A mangueira usada para a limpeza da piscina precisa ser flutuante, para que ela não afunde e encoste no fundo da piscina, levantando a sujeira que já estava decantada. Para isso, há no comércio mangueiras especialmente desenvolvidas para a limpeza de piscinas e que são facilmente reconhecidas pela sua cor azul.

Decantador

Outro produto químico essencial é o decantador, aplicado em caso de esverdeamento da piscina. Ele fará com que as partículas se unam e fiquem mais pesadas, causando sua decantação e facilitando a aspiração desta sujeira.

Apresentamos até aqui materiais que são fundamentais para garantir a limpeza e manutenção da piscina. Trata-se de itens que não podem faltar e cujo uso frequente reduz inclusive a necessidade de gastos extras com outros produtos químicos.

O uso correto do material para manutenção de piscina garante ainda maior vida útil a ela e a certeza que seus dias de uso serão sempre de alegria. Então, não se esqueça de aprofundar os seus conhecimentos com relação a cada material citado e seguir a orientação do fabricante das piscinas para melhor atender o seu consumidor final.

Gostou do post? Conseguiu tirar todas as suas dúvidas? Caso tenha alguma pergunta ou sugestão, deixe seu comentário!