Voltar para a página inicial

Caminhão Sider: 5 dicas de manutenção que você precisa conhecer

Modificado em: novembro 7, 2023

Um bom motorista é aquele que se preocupa em conhecer detalhadamente a estrada onde vai trafegar e busca sempre novos conhecimentos (entendimento sobre a direção defensiva, por exemplo). Porém, a manutenção do Caminhão Sider deve estar entre as prioridades do profissional, uma vez que vai contribuir para a economia de recursos e, ainda, garantir a sua segurança e a de outras pessoas que também utilizam as rodovias nacionais.

Nesse sentido, para usufruir desses diferenciais, é preciso estar atento tanto ao baú quanto ao caminhão em si. Pensando nisso, elaboramos este material para você conferir algumas dicas de manutenção para que possa colocá-las em prática. Continue a leitura e saiba mais!

1. Análise dos pneus

Entre os pontos importantes de manutenção de seu Caminhão Sider, a análise de pneus é uma das principais. Afinal, são esses itens que têm contato direto com o solo, sendo responsáveis pela segurança e pela estabilidade do veículo. Caso não haja essa checagem, por exemplo, existem riscos de deslizamento, principalmente em períodos chuvosos e em estradas de más condições estruturais.

Para isso, alguns cuidados devem ser tomados. Realizar o alinhamento sempre que sofrer impactos na suspensão é um deles. Além disso, a calibragem, tarefa acessível (com a possibilidade de realizar em grande parte dos postos), precisa ser feita com frequência, uma vez que os pneus devem ter a pressão solicitada pelo fabricante.

Entender sobre os desgastes desses itens também é fundamental. Se houver profundidade nos sulcos menores que 1,6 cm, é um indício de que precisam ser substituídos, pois já é considerado careca — fazendo com que ele perca completamente a aderência com o solo.

2. Sistema elétrico

No dia a dia, o motorista também deve ficar de olho a qualquer sinal do caminhão. No momento de ligá-lo, se houver qualquer ruído estranho, já é um alerta de que alguma coisa no sistema elétrico não está funcionando como deveria — bateria no fim ou falhas no alternador, por exemplo.

Quanto à bateria, mesmo que haja o reconhecimento dos sinais, a única forma de confirmar que ela está no fim é por meio do densímetro. Esse aparelho mede justamente a corrente elétrica do item — se estiver abaixo do padrão recomendado pelo fabricante, é uma comprovação de que está no limite da carga.

No sistema elétrico, também é importante oferecer uma manutenção adequada à sinalização do veículo, item indispensável para a segurança do profissional nas estradas (além de ser considerado infração andar com faróis desligados).

3. Higienização

Quando mencionamos sobre a manutenção do Caminhão Sider, também estamos nos referindo à higienização do veículo, tanto da cabine quanto do baú, principalmente se for de lona. Para ela ser feita de forma adequada, o ideal é que se utilize água e sabão neutro.

Não use produtos químicos para essa limpeza. Em vez de auxiliar na higienização, pode fazer com que a lona resseque. Escovas também podem prejudicar o produto e contribuir para o desgaste do material.

Nos compartimentos internos, o ideal é que se utilize desinfetante e panos úmidos por toda a cabine. Tapetes devem ser lavados com água e sabão, e os volantes, limpos com álcool.

4. Baú do caminhão

Quando ao baú do caminhão, é preciso que o profissional tenha alguns cuidados específicos. O primeiro deles está relacionado à substituição de peças danificadas ou desgastadas. Caso contrário, poderá trazer problemas também para o produto transportado, o que, consequentemente, prejudicaria o relacionamento com clientes ou com fornecedores que prestam serviço.

Sempre que for realizar alguma troca na carroceria do caminhão, em que precisar retirar a lona, é preciso ter atenção para não arrastá-la em superfícies ásperas. Guardá-las sujas ou molhadas também pode danificar o produto, trazendo prejuízo financeiro e riscos para os itens armazenados.

Ao embarcar qualquer tipo de produto, é preciso ter um cuidado redobrado para que não prejudique a lona. Higienizar esse item contribuirá, ainda, para identificar possíveis furos, possibilitando que o conserto seja feito em tempo hábil.

Por fim, sempre que for amarrar a lona, não é recomendado forçá-la nas quinas nem nos cantos do caminhão, além de evitar utilizar ganchos para puxar as argolas.

5. Óleo do motor

O cuidado com o óleo do motor, além de trazer alguns indicativos de problemas nesse item, evita falhas na máquina ou no equipamento. Esse é um tipo de manutenção que deve ser realizado em qualquer veículo, mas ainda mais essencial quando nos referimos a produtos de grande porte.

Se não houver a lubrificação do motor, por exemplo, existem os riscos de ele se fundir. Novamente, o ideal é que o profissional acompanhe de perto as recomendações do fabricante. Dessa forma, o motorista terá a compreensão de qual é a quilometragem indicada para ser feita a substituição do óleo. Nesse sentido, a verificação dos fluidos deve ser feita tanto com uma avaliação do óleo quanto para a análise dos sistemas hidráulicos.

Entre as vantagens de essa manutenção ser feita no prazo correto e com os produtos adequados, ressaltamos:

  • auxiliar na vedação da câmara de combustão;
  • evitar alguns prejuízos comuns que podem ocorrer no caminhão, como oxidação, fuligem, vernizes e ácidos.

Para que esses ganhos sejam usufruídos pelo profissional, é importante evitar a utilização de óleos diferentes — por isso, opte por aquele que melhor se adapta ao veículo.

Com o objetivo de o Caminhão Sider manter a operação com qualidade e segurança ao motorista, é essencial ter um acompanhamento próximo de profissionais que entendam do assunto. Assim, frequentemente, farão uma análise de todos os itens importantes e recomendarão a troca ou o conserto da máquina.

Neste conteúdo, você pôde conhecer alguns cuidados de manutenção que devem ser considerados para o seu Caminhão Sider. Caso não sejam seguidos de forma adequada, haverá maior probabilidade de acidentes, riscos de ocorrer gastos extras, bem como ocasionar atrasos nos deslocamentos — comprometendo a sua imagem enquanto profissional, além de prejudicar os seus ganhos com os trabalhos executados.

Se você gostou das dicas apresentadas neste material e deseja ficar por dentro de outros conteúdos e novidades, curta nossa página no Facebook e acompanhe as nossas publicações!

Um bom motorista é aquele que se preocupa em conhecer detalhadamente a estrada onde vai trafegar e busca sempre novos conhecimentos (entendimento sobre a direção defensiva, por exemplo). Porém, a manutenção do Caminhão Sider deve estar entre as prioridades do profissional, uma vez que vai contribuir para a economia de recursos e, ainda, garantir a sua segurança e a de outras pessoas que também utilizam as rodovias nacionais.

Nesse sentido, para usufruir desses diferenciais, é preciso estar atento tanto ao baú quanto ao caminhão em si. Pensando nisso, elaboramos este material para você conferir algumas dicas de manutenção e possa colocá-las em prática. Continue a leitura e saiba mais!

1. Análise dos pneus

Entre os pontos importantes de manutenção de seu Caminhão Sider, a análise de pneus é uma das principais. Afinal, são esses itens que têm contato direto com o solo, sendo responsáveis pela segurança e pela estabilidade do veículo. Caso não haja essa checagem, por exemplo, existem riscos de deslizamento, principalmente em períodos chuvosos e em estradas de más condições estruturais.

Para isso, alguns cuidados devem ser tomados. Realizar o alinhamento sempre que sofrer impactos na suspensão é um deles. Além disso, a calibragem, tarefa acessível (com a possibilidade de realizar em grande parte dos postos), precisa ser feita com frequência, uma vez que os pneus devem ter a pressão solicitada pelo fabricante.

Entender sobre os desgastes desses itens também é fundamental. Se houver profundidade nos sulcos menores que 1,6 cm, é um indício de que precisam ser substituídos, pois já é considerado careca — fazendo com que ele perca completamente a aderência com o solo.

2. Sistema elétrico

No dia a dia, o motorista também deve ficar de olho a qualquer sinal do caminhão. No momento de ligá-lo, se houver qualquer ruído estranho, já é um alerta de que alguma coisa no sistema elétrico não está funcionando como deveria — bateria no fim ou falhas no alternador, por exemplo.

Quanto à bateria, mesmo que haja o reconhecimento dos sinais, a única forma de confirmar que ela está no fim é por meio do densímetro. Esse aparelho mede justamente a corrente elétrica do item — se estiver abaixo do padrão recomendado pelo fabricante, é uma comprovação de que está no limite da carga.

No sistema elétrico, também é importante oferecer uma manutenção adequada à sinalização do veículo, item indispensável para a segurança do profissional nas estradas (além de ser considerado infração andar com faróis desligados).

3. Higienização

Quando mencionamos sobre a manutenção do Caminhão Sider, também estamos nos referindo à higienização do veículo, tanto da cabine quanto do baú, principalmente se for de lona. Para ela ser feita de forma adequada, o ideal é que se utilize água e sabão neutro.

Não use produtos químicos para essa limpeza. Em vez de auxiliar na higienização, pode fazer com que a lona resseque. Escovas também podem prejudicar o produto e contribuir para o desgaste do material.

Nos compartimentos internos, o ideal é que se utilize desinfetante e panos úmidos por toda a cabine. Tapetes devem ser lavados com água e sabão, e os volantes, limpos com álcool.

4. Baú do caminhão

Quando ao baú do caminhão, é preciso que o profissional tenha alguns cuidados específicos. O primeiro deles está relacionado à substituição de peças danificadas ou desgastadas. Caso contrário, poderá trazer problemas também para o produto transportado, o que, consequentemente, prejudicaria o relacionamento com clientes ou com fornecedores que prestam serviço.

Sempre que for realizar alguma troca na carroceria do caminhão, em que precisar retirar a lona, é preciso ter atenção para não arrastá-la em superfícies ásperas. Guardá-las sujas ou molhadas também pode danificar o produto, trazendo prejuízo financeiro e riscos para os itens armazenados.

Ao embarcar qualquer tipo de produto, é preciso ter um cuidado redobrado para que não prejudique a lona. Higienizar esse item contribuirá, ainda, para identificar possíveis furos, possibilitando que o conserto seja feito em tempo hábil.

Por fim, sempre que for amarrar a lona, não é recomendado forçá-la nas quinas nem nos cantos do caminhão, além de evitar utilizar ganchos para puxar as argolas.

5. Óleo do motor

O cuidado com o óleo do motor, além de trazer alguns indicativos de problemas nesse item, evita falhas na máquina ou no equipamento. Esse é um tipo de manutenção que deve ser realizado em qualquer veículo, mas ainda mais essencial quando nos referimos a produtos de grande porte.

Se não houver a lubrificação do motor, por exemplo, existem os riscos de ele se fundir. Novamente, o ideal é que o profissional acompanhe de perto as recomendações do fabricante. Dessa forma, o motorista terá a compreensão de qual é a quilometragem indicada para ser feita a substituição do óleo. Nesse sentido, a verificação dos fluidos deve ser feita tanto com uma avaliação do óleo quanto para a análise dos sistemas hidráulicos.

Entre as vantagens de essa manutenção ser feita no prazo correto e com os produtos adequados, ressaltamos:

  • auxiliar na vedação da câmara de combustão;
  • evitar alguns prejuízos comuns que podem ocorrer no caminhão, como oxidação, fuligem, vernizes e ácidos.

Para que esses ganhos sejam usufruídos pelo profissional, é importante evitar a utilização de óleos diferentes — por isso, opte por aquele que melhor se adapta ao veículo.

Com o objetivo de o Caminhão Sider manter a operação com qualidade e segurança ao motorista, é essencial ter um acompanhamento próximo de profissionais que entendam do assunto. Assim, frequentemente, farão uma análise de todos os itens importantes e recomendarão a troca ou o conserto da máquina.

Neste conteúdo, você pôde conhecer alguns cuidados de manutenção que devem ser considerados para o seu Caminhão Sider. Caso não sejam seguidos de forma adequada, haverá maior probabilidade de acidentes, riscos de ocorrer gastos extras, bem como ocasionar atrasos nos deslocamentos — comprometendo a sua imagem enquanto profissional, além de prejudicar os seus ganhos com os trabalhos executados.

Se você gostou das dicas apresentadas neste material e deseja ficar por dentro de outros conteúdos e novidades, curta nossa página no Facebook e acompanhe as nossas publicações!

Novidades

Cadastre-se na nossa newsletter
e receba notícias em seu e-mail

Selecione o assunto do seu interesse

    vinilona_cinza_20_2_1

    Materiais Gratuitos