Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades

Piscinas

4 dicas para fazer a instalação de uma piscina com eficiência

instalação de piscina

Ter um piscina em casa é o sonho de consumo de muita gente, pois é uma forma de lazer que permite reunir a família toda e ainda refresca nos dias mais quentes. Antes de iniciar o procedimento de instalação de piscina, porém, é necessário seguir algumas medidas básicas para garantir o pleno funcionamento dos equipamentos, a durabilidade dos materiais e a segurança dos usuários.

Para tirar suas dúvidas, escrevemos este artigo com várias orientações que você deve seguir para evitar transtornos no futuro. Continue a leitura para saber quais são elas!

1. Escolha os materiais adequados

As ferramentas para instalação dependem do tipo de piscina escolhido. Entre os vários modelos disponíveis no mercado, existem 3 que são mais utilizados. Abaixo falamos um pouco sobre eles.

Piscina de vinil

O vinil em si já é o próprio revestimento da piscina, que deve ser construída em uma base de outro material, como concreto ou alvenaria. Os bolsões de vinil já vêm impermeabilizados e dispensam o uso de outros revestimentos. Esse tipo de material também pode ser customizado com a estampa que o cliente preferir. Além de possuir o melhor custo benefício.

Piscina de concreto

Uma piscina de concreto pode ser construída em terrenos de tamanho variáveis, sendo, portanto, uma boa escolha para quem procura por algo mais customizável.

Além do concreto, esse modelo exige uma camada de argamassa ou manta asfáltica para sua impermeabilização e materiais de revestimento, sendo que os mais comuns são os de cerâmica e os de pastilhas.

Piscina de fibra de vidro

Esse modelo é uma peça pré-fabricada, que já vem pronta para a instalação. Os demais materiais utilizados servem para preparar o terreno onde a piscina vai ser colocada.

Esses materiais são o concreto, que é usado para revestir o buraco escavado, uma mistura de areia seca e cimento, usada para preencher o espaço entre as bordas da piscina e as bordas do buraco, e uma casa de máquina, onde devem ficar os filtros de água, tubos hidráulicos e iluminação.

2. Siga os cuidados necessários

As piscinas exigem certos cuidados, como manutenção, limpeza e até troca de materiais, que também variam de acordo com o modelo escolhido. Abaixo, explicamos as principais precauções que você deve ter.

Tenha cuidado com os materiais

As piscinas de concreto são bem resistentes, inclusive a produtos químicos usados para limpeza. Porém, tendem a apresentar rachaduras com o tempo — e as pastilhas usadas para revestimento também podem se soltar. Sua limpeza precisa ser feita de maneira bem minuciosa, pois os rejuntes acumulam muita sujeira, levando ao aparecimento de algas e fungos.

Já a superfície lisa das piscinas de fibra de vidro faz com que elas não acumulem sujeira como as de concreto, o que torna sua limpeza bem simples. Porém, a pintura é sensível a produtos de limpeza pesada, como cloro e algicidas, que precisam ser diluídos em água para não causarem manchas.

Por fim, a manutenção das piscinas de vinil é muito parecida com as de fibra de vidro. Elas também são fáceis de limpar e precisam de cuidados em relação a produtos químicos, que podem danificar o material. Contudo, um cuidado extra que você precisa ter com o vinil é em relação a objetos pontiagudos, pois ele é suscetível a cortes e perfurações.

Cuide bem da água

A limpeza da água é tão importante quanto a da superfície das piscinas. Então, na sua rotina de cuidados, o primeiro passo é retirar todos os resíduos que ficam boiando na superfície da água, com a ajuda de uma peneira ou um cata-folhas.

O segundo é fazer a decantação da sujeira, para que ela possa ser aspirada. O terceiro é o tratamento químico da água, para retirar a sujeira que não é visível a olho nu. É nesse último passo que é feita a cloração e o controle do PH e da alcalinidade.

3. Entenda por que tomar esses cuidados

Manter os níveis de alcalinidade e PH da água é importante porque eles evitam danos nas estruturas da piscina, como a corrosão dos materiais e equipamentos, e até mesmo à saúde dos banhistas.

A alcalinidade é a capacidade da água de neutralizar ácidos e mantê-la em níveis adequados é essencial para a estabilidade do PH. Uma alcalinidade muito baixa deixa a água turva, com coloração esverdeada e corrosiva. Já uma alcalinidade muito alta pode formar crostas nas tubulações da piscina.

O PH indica se água está ácida, neutra ou alcalina. Uma água muito ácida provoca corrosões nas partes metálicas dos equipamentos, além de irritações nos olhos, na pele e nas mucosas de quem entrar em contato com ela. Já a água muito alcalina provoca a formação de calcário nos equipamentos.

Níveis inadequados de alcalinidade e PH também diminuem a eficácia dos produtos de limpeza, além de gerar gastos extras com produtos para reverter o problema.

4. Preste atenção aos detalhes da instalação de piscina

Em relação ao ambiente, é melhor optar por partes da casa que estejam mais expostas à luz solar e abrigadas do vento. Locais cercados por muros são preferíveis, pois aumentam sua privacidade e da sua família. Você também deve escolher um lugar sem muitas plantas por perto, pois elas podem soltar folhas e outras sujeiras, o que significa mais esforços com a limpeza.

Quanto à segurança, é preciso tomar certas medidas de precaução para evitar acidentes. Por exemplo, você deve instalar pisos antiderrapantes ao redor da piscina e dispositivos que impeçam a aspiração de partes do corpo e enlaçamento de cabelos. Além disso, também é importante construir sua piscina a certa distância do muro do seu vizinho, para prevenir quedas e afogamentos. Outra medida de segurança é a construção de uma cerca com portão no entorno da piscina evitando acidentes com crianças e animais.

Como você pôde ver, a instalação de piscina é algo que exige muito planejamento na escolha de locais e materiais adequados. Por isso, você deve considerar a ajuda de uma empresa especializada no assunto, pois ela vai fornecer toda a assistência necessária, desde a preparação do terreno até manutenções futuras. Ao tomar esses cuidados, você garante uma experiência muito mais satisfatória para seus momentos de lazer.

Se gostou deste artigo, siga-nos em nossas redes sociais para ter acesso a mais conteúdos como este! Estamos no Facebook, Twitter, YouTube e LinkedIn.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *