Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades

Piscicultura

6 questões sobre a criação de pintado que você deve considerar!

criação de pintado

Aumentar a produção de peixes com qualidade e fazer o seu negócio crescer é o sonho de muitos piscicultores. Saber escolher as melhores espécies para criar na sua região, que ofereça bom desenvolvimento e rendimento, não é fácil.

Por isso, vamos falar sobre a criação de pintado. Uma espécie nativa que tem conquistado os brasileiros. Com uma das carnes mais apreciadas do mercado, a produção desse peixe tem grande rentabilidade.

A seguir você vai encontrar um guia completo para ajudar você a investir na criação de pintado, com informações valiosas de cuidado no manejo, quantidade de peixes por tanque e quantidade de ração. Continue a leitura para descobrir!

1. Quantas espécies de pintado existem hoje?

O pintado é o nome popular dado a peixes de duas espécies muito parecidas Pseudoplatystoma coruscans e Pseudoplatystoma fasciatum. A diferença entre elas está no desenho das manchas que existem no seu corpo.

O pintado-real (Pseudoplatystoma coruscans) tem manchas redondas e pretas, já o cachara (Pseudoplatystoma fasciatum) apresenta desenhos pretos com várias formas.

Aqui neste post vamos focar no pintado-real, pois essa espécie apresenta maior engorda chegando até 80 kg e 2 m de comprimento, enquanto o cachara é menor, atingindo até 20 kg.

2. Quais são as características da espécie pintado?

São peixes de couro, ou seja, não possuem escamas no corpo. Possuem barbilhões que são originados no maxilar e mandíbula, conhecidos como bigodes. É uma espécie carnívora, de água doce e apresenta melhor desenvolvimento com temperaturas mais elevadas.

Além disso, a criação de pintado é considerada fácil de cuidar, um peixe calmo que apresenta resistência a diferentes temperaturas da água e tolerante ao manejo. Só é preciso ter cuidado com os ferrões que ele apresenta nas nadadeiras.

Sua carne é muito saborosa, firme, branca e com baixo teor de gordura. Considerada uma carne nobre, com grande procura no mercado e bom faturamento para o piscicultor. É procurada, principalmente, por pessoas que buscam uma alimentação mais saudável.

3. Como é a produção de pintado no Brasil?

O pintado-real é uma espécie dócil que apresenta rápido crescimento e ganho de peso. A cada 1,8 kg de ração consumida o peixe ganha 1 kg. Em sete meses de cultivo ele pode atingir 1,8 kg.

Assim, a produção oferece grande rentabilidade, permitindo a realização de uma safra e meia por ano. Segundo especialistas, a criação de pintado garante ao piscicultor 33% de lucro certo.

Com uma produção simples de 4 mil kg de pintado-real por hectare de espelho d’água o piscicultor consegue atingir esse resultado. O único requisito é que são necessários 2.200 alevinos com, aproximadamente, 2 kg cada, para um rendimento de 2 mil peixes.

4. Como é a alimentação do pintado?

Na natureza o pintado se alimenta de outros peixes, por isso em cativeiro ele precisa se habituar à ração. Hoje, já existe a venda de alevinos acostumados com a comida industrializada.

Essa espécie come bem durante o dia e tem ótima resposta metabólica para ração. A comida deve ser servida aos poucos para monitoramento da quantidade ideal para alimentação correta dos peixes.

A ração para o pintado-real deve conter teores elevados de proteína e alto valor nutricional. Além disso, a ração deve ser flutuante, pois esse peixe se alimenta na superfície, diferentemente do pintado-comum.

O melhor jeito de fornecer ração à sua criação de pintado é em forma de peletes extrusados. Eles devem ser de tamanhos diferentes de acordo com a fase de desenvolvimento.

A fase de engorda deve ser dividida em três etapas, para impedir o aparecimento de peixes dominantes, bem como evitar o canibalismo — bastante comum entre essa espécie —, visto que são naturalmente carnívoros.

5. Qual é o tanque ideal para criação de pintado?

O pintado tem grande adaptação à criação em cativeiro, podendo ser em viveiros de alvenaria, chapa galvanizada ou fibra e tanques-rede. O tamanho do tanque indicado varia entre 5 mil e 10 mil m².

Já a proporção entre largura e comprimento do tanque deve ser, para cada 1 metro na largura, de 4 metros no comprimento. A profundidade também pode variar entre 1,5 metro a 2 metros na parte mais profunda. Na parte mais rasa, próxima à entrada da água, o indicado é de 1 m a 1,3 metro.

A quantidade de peixe no tanque variará de acordo com o tamanho e peso do animal. No entanto, separamos algumas quantidades para te auxiliar na sua produção. A nossa base é o número de peixes indicado a cada 10 m². Veja:

  • entre 15 g a 20 g — 10 a 20 unidades;
  • entre 250 g a 1 kg — 4 a 8 unidades;
  • entre 1 kg a 2 kg — 2 a 4 unidades.

6. Como fazer o transporte corretamente?

O transporte dos peixes é uma fase muito importante na piscicultura, pois o procedimento feito de modo errado pode prejudicar meses de trabalho. Para o carregamento dos alevinos, é fundamental que eles estejam em jejum de 36 horas. A caixa de transporte deve conter água do tanque de origem dos filhotes.

O pintado-real apresenta bastante resistência no transporte para o local de criação e, até mesmo, para os pontos de venda. Mas é importante seguir as recomendações para manter o rendimento de seu peso e evitar estresse para o animal.

Se você ficou interessado e está pensando em investir na criação de pintado, lembre-se de que é muito importante conhecer bem a espécie e os produtos corretos para utilizar na sua criação. Isso garantirá a qualidade da sua produção e um bom produto final.

Pesquise bastante sobre as características do pintado e como é o desenvolvimento dele na sua região. É importante ter conhecimentos como: manutenção da qualidade da água nos tanques de produção, acessórios utilizados na criação, alimentação do peixe, resistência a doenças e parasitas da região e tudo que você puder encontrar.

O que você achou deste artigo sobre criação de pintado? Se gostou, compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a entenderem tudo sobre essa nova tendência no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *